A aposta da Yakult na maçã

0

A Yakult, líder no segmento de leite fermentado, investiu R$ 10 milhões na unidade Fruticasa, instalada em Lages, Santa Catarina, para dobrar a capacidade de produção de suco de maçã concentrado. A empresa já exporta cerca de 10 mil toneladas de suco por ano para o Japão e Formosa, e pretende começar a atender alguns países da Europa e os Estados Unidos. Os recursos foram aplicados na aquisição de novos equipamentos, importados da Suíça, Alemanha, Suécia e Estados Unidos -que empregam as mais modernas tecnologias de extração e concentração de suco – e na readequação da planta industrial.

A concentração do suco visa atender a uma exigência do mercado, além de permitir redução do volume do produto e, conseqüentemente, diminuição dos custos de transporte e estocagem. Com o investimento, a Yakult pretende ampliar as vendas do suco de maçã em pelo menos 10% nos próximos anos.

Segundo o gerente de Produção da Fruticasa, Angelo Miguel Barbosa, a unidade tem capacidade de processamento de 400 toneladas diárias de maçã, o que permite a obtenção de aproximadamente 80 toneladas de suco concentrado. A concentração é medida pelo Brix, que corresponde ao teor de porcentagem de açúcares presentes no suco. “Quanto mais alto o Brix, mais concentrado será o suco”, explica o responsável.

A Yakult produz o suco de maçã natural desde 1986 com maçãs cultivadas em duas fazendas da empresa, localizadas em São Joaquim e Lages – onde existem cerca de 89 mil macieiras. As maçãs são extraídas com a mais alta tecnologia, o que preserva as qualidades nutricionais e o sabor natural da fruta, e o suco não contém conservantes, açúcar ou adoçante. Cada caixa de suco de 200ml – envasado na fábrica de Lorena, no interior de São Paulo – contém carboidratos, proteínas, fibra alimentar, cálcio, ferro e sódio.

Rica em pectina e potássio, a maçã tem sido intensamente estudada nos últimos anos, e algumas dessas pesquisas já demonstraram que a freqüente ingestão da fruta pode ajudar a diminuir a taxa de LDL-colesterol e a combater o câncer. Pesquisadores europeus também estudam as propriedades antioxidantes e anticancerígenas da maçã, que também contém polifenóis e flavonóides, substâncias que podem ajudar a retardar o envelhecimento porque preservam as células.

Share.

About Author

Comments are closed.