NO RALLY DOS SERTÕES, FESTA EM FAMÍLIA

0

A comemoração foi intensa, mas bem familiar na chegada do Rally dos Sertões ao estado de Mato Grosso do Sul. Na tarde de quarta-feira,5, em Três Lagoas, a dupla Reinaldo Varela/Gustavo Gugelmin (Divino Fogão / Blindarte / Temp Clean / Tecmin / Ibis / Itamotors) foi declarada vencedora da Especial na categoria carros, enquanto que o filho caçula, Bruno Varela (Polaris One/Blindarte) foi o vencedor na geral da categoria UTV.

 

 

“Primeira dobradinha dos Varela no Rally dos Sertões, pai e filho. É a primeira vez na história desta prova que acontece isto. Estou muito contente e orgulhoso. Ontem foi o mais velho, o Rodrigo, quem venceu. Os três estão andando rápidos, mas com muita consciência”, comentou Reinaldo Varela, mais feliz com o desempenho de seus filhos do que com a vantagem de 16min24s na liderança, depois de 1.630 km de competição.

“Foi tudo bem, hoje acompanhamos e controlamos o ritmo do Cristian (Baumgart), mas ele deu uma erradinha e nós passamos. Viemos num ritmo bom e abrimos uma boa diferença, sempre tomando bastante cuidado com o carro. Passamos da metade da prova e amanhã (quinta-feira) tem a etapa Maratona, em que poderemos fazer manutenção no equipamento só na sexta-feira à noite. Então, daqui pra frente vamos administrando bem as coisas. O resto tá tudo bom”, contou o piloto bicampeão mundial, que busca sua segunda vitória no Rally dos Sertões.

O catarinense Gustavo Gugelmin tem trabalhado muito nas planilhas do Rally dos Sertões, para ajudar Varela a tirar o máximo do carro nos momentos certos. “Este rally está muito cansativo. Como o carro é muito rápido e as Especiais são rápidas, o navegador tem que estar ligado, focado, prestando muita atenção para não errar. Cada detalhe é importante”, explica.

“Hoje tivemos um ritmo forte e abrimos uma boa vantagem na frente. Então ficaremos um pouco mais tranquilos para a etapa Maratona, e poderemos cuidar mais do carro, e parcialmente administrar a corrida, tomando cuidado nas lombas e nas curvas fechadas que possam esconder pedras perigosas. A Maratona é uma etapa crucial do rally, onde historicamente muita gente fica pelo caminho. Vamos tomar muito cuidado para passar estes dois próximos dias ilesos, pois a seguir a probabilidade de problemas será bem menor”, completa o navegador campeão mundial ao lado de Reinaldo.

Quem estava muito feliz era Bruno Varela, que estreou este ano com UTV e compete pela primeira vez no Rally dos Sertões. “Ganhamos a Especial, na Geral e na Super Production. Tudo certo, tudo perfeito. Conseguimos manter um ritmo bom, cuidando do nosso Polaris RZR XP 1000 e fazendo uma prova tranquila para conseguir o primeiro lugar. Com a vitória de meu pai com Carro, e a liderança do Rodrigo na classe Turbo, temos todos os motivos para festejar”, comemorou o piloto de 19 anos de idade.

O filho mais velho – 24 anos – do líder da categoria Carros está liderando a classe Turbo de UTV. Rodrigo Varela (Can-Am/Blindarte) foi segundo na sua classe e lidera a prova com uma folga de apenas 41 segundos, uma mostra da competitividade e equilíbrio da prova que nesta quarta-feira passou da metade do percurso.

“A gente vinha fazendo uma prova muito boa, mas faltando 100 km quebrou o escapamento e ficamos sem o turbo no Can-Am Maverick, perdendo muita potência. Não foi o resultado que havíamos planejado para hoje, estávamos dando uma apertada no ritmo para largar mais tranquilos amanhã, mas infelizmente não deu. Tem muito rally pela frente, com a etapa Maratona e mais dois dias para avançarmos, vamos lutar para vencer esta prova”, avisa o piloto que este ano venceu sete das oito provas que disputou no Campeonato Brasileiro de Rally Cross Country. “Na etapa Maratona parece que vamos andar num piso mais fechado, é um piso que gosto de andar e vamos pra cima”.

Menos afortunado foi Gabriel (Can-Am/Blindarte), que enfrentou problemas e caiu da vice-liderança da classe Super Prodution para terceiro, depois de terminar esta quarta etapa em nono. “Hoje tivemos um pneu furado no meio da Especial e perdemos bastante tempo porque o macaco travou e não subia. Mas estamos apenas dois minutos atrás do segundo da Super Production. Agora vamos fazer a revisão no Can-Am Maverick 1000 XRS para a etapa Maratona, que deve ser a mais dura do Sertões, e ainda temos que terminar o dia seguinte, porque o desgaste será enorme. Serão 900 km neste dois dias sem apoio mecânico. Tem muita corrida pela frente e dá pra recuperar, vamos pra cima”, anima-se o piloto que depois de correr de Quadriciclo está estreando de UTV.

Nesta quinta-feira o Rally dos Sertões vai de Mato Grosso do Sul para uma passagem rápida por São Paulo. Serão 587,26 km de Três Lagoas até Euclides da Cunha Paulista, onde todos os veículos dormirão em Parque Fechado, sem qualquer auxílio mecânico das equipes, depois de 291,16 km cronometrados. A prova termina no próximo sábado (08/8), em Foz do Iguaçu (PR), depois de percorrer 2.875,79 quilômetros em sete dias.

Confira o resultado da etapa – CARROS:
1º) REINALDO VARELA/GUSTAVO GUGELMIN, 2:37:15.6;
2º) MARCOS BAUMGART/KLEBER CINCEA, 2:38:44.2;
3º) CRISTIAN BAUMGART/BECO ANDREOTTI, 02:40:03.7;
4º) GUIGA SPINELLI/YOUSSEF HADDAD, 2:43:17.2;
5º) JOAO FRANCIOSI/RAFAEL CAPOANI, 2:50:37.2;
6º) MICHEL TERPINS/FABIO PEDROSO, 2:50:56.6.

Classificação Geral – Carros:
1º) REINALDO VARELA/GUSTAVO GUGELMIN, 8:42:52.3;
2º) GUIGA SPINELLI/YOUSSEF HADDAD, a 16:24;
3º) MARCOS BAUMGART/KLEBER CINCEA, a 16:49;
4º) JOAO FRANCIOSI/RAFAEL CAPOANI, a 42:41;
5º) MICHEL TERPINS/FABIO PEDROSO, a 51:22;
6º) LUIZ FACCO/HUMBERTO PIAUI, a 57:34.

Confira o resultado da etapa – UTV:
1º) BRUNO VARELA/MAYCKON PADILHA, (1º)UTV-S, 3:10:35.7;
2º) JOSÉ HELIO/EDMILSON CAMARGO, (2º)UTV-S, 3:11:40.0;
3º) BRUNO SPERANCINI/LOURIVAL ROLDAN, (3º)UTV-S, 3:12:28.0;
4º) DENISIO CASARINI/EDUARDO SHIGA, (1º)UTV-T, 3:14:08.2;
5º) CARLOS AMBROSIO/CADU SACHS, (4º)UTV-S , 3:15:32.1;
6º) HENRIQUE GUTIERREZ/WEIDNER MOREIRA, (5º)UTV-S, 3:15:33.7;
7º) RODRIGO VARELA/JOAO ARENA, (2º)UTV-T, 3:16:17.2;
13º) GABRIEL VARELA/GABRIEL MORALES, (9º)UTV-S, 03:24:11.4.

Classificação Geral – UTV:
1º) BRUNO SPERANCINI/LOURIVAL ROLDAN, Super Production, 10:30:54;
2º) RODRIGO VARELA/JOAO ARENA, Turbo, a 5:04;
3º) DENISIO CASARINI/EDUARDO SHIGA, Turbo, a 5:45;
4º) VINICIUS MOTA/RAFAEL SCHIMUK, Turbo, a 12:44;
5º) HENRIQUE GUTIERREZ/WEIDNER MOREIRA, Super Production, a 18:50;
6º) GABRIEL VARELA/GABRIEL MORALES, Super Production, a 21:06;
7º) BRUNO VARELA/MAYCKON PADILHA, Super Production, a 21:19.

Confira a programação e roteiro do Rally dos Sertões 2015:
06/08 – Etapa 5 (Maratona)
Três Lagoas (MS) – Euclides da Cunha Paulista (SP)
Deslocamento inicial: 142,06 km
Trecho cronometrado: 291,16 km
Deslocamento final: 154,04 km
Total do dia: 587,26 km

07/08 – Etapa 6
Euclides da Cunha Paulista (SP) – Umuarama (PR)
Deslocamento inicial: 26,96 km
Trecho cronometrado: 199,32 km
Deslocamento final: 89,84 km
Total do dia: 316,12 km

08/08 – Etapa 7
12h às 18h – Chegada à Usina de Itaipu
20h – Cerimônia de Premiação e Festa de Encerramento
Local: Ono Music Hall
Av. Rosa Cirilo de Castro, 85 – Foz do Iguaçu (PR)

Umuarama (PR) – Foz do Iguaçu (PR)
Deslocamento inicial: 200,56 km
Trecho cronometrado: 120,54 km
Deslocamento final: 25,05 km
Total do dia: 346,15 km

Reinaldo Varela e Gustavo Gugelmin têm o apoio de Divino Fogão / Blindarte / Temp Clean / Tecmin / Ibis / Itamotors.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP