ARMAS NÃO MATAM PESSOAS. CRIANÇAS MATAM PESSOAS.

0

A agência de publicidade McCann Nova York assina impactante filme para a organização Brady que pretende ser um alerta na corrida presidencial norte-americana para o tema do desarmamento com a campanha Toddlerskill que tem um site interativo e que toma emprestado o lema dos defensores de armas – “Armas não matam pessoas. Pessoas matam pessoas” para acentuar que “Armas não matam pessoas. Crianças matam pessoas”. Mostra o número de crianças aparentemente inocentes, que, na realidade, mataram pessoas como comprovam reportagens de grandes jornais norte-americanos como The New York Times, Washington Post e USA. Today entre outros incluindo revistas de prestígio como Times. O recado do filme é direto e mostra que o perigo mora ao lado, na realidade em armas ao alcance de crianças sem noção do risco que representam e que as torna assassinas, algumas vezes em série. Sugere legislação mais rigorosa ou o descarte, como das armas, dessas crianças para justamente chocar os pais que levam o perigo, as armas, para dentro de suas casas no intuito de se protegerem, mas acabando por serem vítimas. O filme é chocante e oportuno, sobretudo porque este é um tema que divide os norte-americanos e todos os esforços, inclusive do atual presidente Barack Obama esbarram no poderio da indústria armamentista norte-americana e na Segunda Emenda à Constituição dos Estados Unidos que protege o direito do povo de manter e portar armas e que foi aprovada em 15 de dezembro de 1791, num tempo de colonização, diligências e faroeste. O faroeste urbano hoje tem nas crianças personagens reais de alto risco.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.