CORAL REVELA AS QUADRAS INESPERADAS DE UMA FAVELA CARIOCA

0

No Brasil, qualquer espaço vira campo de futebol e qualquer chinelo vira gol, mas nem todos tem lugar para jogar outros esportes. A partir dessa semana, a realidade dos moradores da favela Santa Marta será diferente. Motivados pelas diferentes modalidades que estarão em evidencia nos próximos meses, a NBS e Tintas Coral criaram um projeto para incentivar a diversificação de atividades esportivas em comunidades: Quadras Inesperadas.

Inspirada na criatividade e improvisação do jovem brasileiro, a iniciativa assinada pelo projeto “Tudo de cor”, da Coral, e que conta com o apoio da Secretaria de Esporte e Lazer do Rio de Janeiro, descobre e pinta quadras de diferentes esportes em lugares inesperados da comunidade do Santa Marta. No projeto, a escada da favela vira quadra de basquete. A rua de saída da estação 3 do Plano Inclinado vira pista de atletismo. A pracinha sem brinquedo vira quadra de hóquei. Hoje, sete quadras inesperadas já foram descobertas na comunidade.

“As quadras, na verdade, sempre estiveram ali, mas as pessoas nunca tinham percebido. O projeto usa a cor para dar vida aos lugares que ninguém enxergou como um espaço para esportes. Com as cores, demarcamos os locais e criamos as novas quadras”, complementa Marcelo Abreu, do “Tudo de cor”.

As quadras serão oficialmente inauguradas essa semana, mas o passo a passo do desenvolvimento do projeto está disponível no site www.quadrasinesperadas.com.br em creative commons, que permite que a ação seja reproduzida de forma independente em qualquer lugar do Brasil.

“A gente quer incentivar a prática dos esportes não tradicionais, no caso do brasileiro e, principalmente, do morador de comunidade, o futebol. Está no sangue. Qualquer coisa redonda vira uma bola, qualquer parede vira um gol. Nosso projeto quer facilitar o exercício de outras modalidades, incentivando meninas e meninos de todo o País”, finaliza a diretora da NBS rio+rio, Aline Pimenta.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.