FESTIVAL DA UTOPIA TERMINA DEIXANDO SONHOS COMO LEGADO

0

“A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos “A utopia está lá no horizonte. Me aproximo dois passos, ela se afasta dois passos. Caminho dez passos e o horizonte corre dez passos. Por mais que eu caminhe, jamais alcançarei. Para que serve a utopia? Serve para isso: para que eu não deixe de caminhar.” Eduardo Galeano

O Festival Internacional da Utopia termina hoje, em Maricá, no litoral do Estado do Rio de Janeiro, nos deixando de legado sonhos e o desejo universal de felicidade. Depoimentos emocionantes como o do brasileiro Luiz Inácio Lula da Silva, que nunca desistiu dos sonhos utópicos de inclusão social e os colocou em prática, conquistando assim o ódio da Casa Grande que nunca aceitou que a Senzala viesse a ter direitos a uma vida plena, é um bálsamo em meio a uma crise política que os feitores dessa mesma Casa Grande em nome de seus “sinhozinhos”buscam impor aos brasileiros.

O uruguaio Pepe Mujica também mostrou ao mundo e mais uma vez o valor da simplicidade e do anticonsumo que a publicidade alardeia, o consumo, como o caminho para a felicidade, mas que, na verdade, conduz à violência, à indiferença e às desigualdades.

Embalado por música e por sonhos, o festival chega ao seu final, mas o convite que fez, na forma de manifesto, permanecerá para sempre atual, um convite à reflexão e ao pensar no plural, não no singular como tradicionalmente fazem os golpistas e as aves de rapina que nessas planícies latino-americanas habitam e gorjeiam com o apoio de uma grande imprensa plutocrática sempre disposta a defender os interesses da Casa Grande, mantendo a Senzala apenas como massa de manobra de seus sórdidos interesses. Vale ler e reler o manifesto convite do festival que se encerra hoje.

No dia 22 de junho você tem um encontro com o impossível. Se você é um governante preocupado com os pobres, com a igualdade econômica, a liberdade verdadeira e a fraternidade entre os povos e as pessoas; se você é um artista inquieto e busca alargar as experiências estéticas e sensoriais existentes no rumo do encontro com o inexistente; se você é um religioso que segue os ensinamentos de Cristo ou de qualquer outro profeta ou divindade que nos dá exemplos de bondade e amor ao próximo e a natureza; se você é um jovem em busca da novidade e da rebelião interna e coletiva; se você não se conforma com uma humanidade marcada pelo amor ao dinheiro e pelo desprezo ao sofrimento e as necessidades do seu semelhante e à natureza; então, além de sermos companheiros, como dizia Che, estamos lhe convidando para estar no Brasil, em Maricá, bela cidade litorânea do Estado do Rio de Janeiro, situada há 58km da capital, para compartilhar conosco experiências na Primeira Feira Internacional da Utopia. Nosso povo, nossa cidade e nossa prefeitura lhe convidam a compartilhar conosco suas experiências, debater ideias e pensar ações conjuntas.
Indios, quilombolas, pescadores artesanais, atingidos por barragens, agricultores familiares, camelôs, empreendedores populares, membros de cooperativas, participantes de comunidades alternativas, LGBTs, populações tradicionais… Operários organizados, trabalhadores rurais Sem-Terra, trabalhadores urbanos Sem-Teto, intelectuais engajados, estudantes universitários e secundaristas, professores libertadores, advogados cidadãos, mulheres feministas… Católicos, evangélicos, espíritas, judeus, integrantes de religiões de matriz africana, budistas, muçulmanos… E todos aqueles que professam sua fé em busca do equilíbrio espiritual, da bondade, da justiça social e do respeito ao seu semelhante e a natureza… Artistas plásticos, músicos, escultores, capoeiristas, sambistas, forrozeiros, artesãos, jazzeiros, grafiteiros, funkeiros, skatistas, roqueiros, pintores, MCs, caminhantes, ambientalistas… Todos estão convidados com imenso carinho e amor a estar nos dias 22, 23, 24, 25 e 26 de junho de 2016 em Maricá para participar do I Festival Internacional da Utopia, para que possamos todos juntos celebrar nossos sonhos, desejos, lutas, experiências e práticas em busca de um mundo melhor, em busca de nossos melhores sonhos.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP