LAS VEGAS, UM CASE

0

CARLOS FRANCO

Pesquisa, planejamento, ação e atitude a favor do turismo fizeram de Las Vegas um atrativo mundial com seus cassinos, neons e o pecado que mora ao lado.

A cidade que abriga a partir dessa segunda-feira, dia 5 de janeiro de 2015 até o próximo dia 9, a maior feira de tecnologia do mundo, a CES 2015, da sigla em inglês da Consumer Electronics Show promovida pela poderosa Consumer Eletronics Association (CSA), é a prova da força de um planejamento bem traçado e da criação, no meio do deserto de Nevada, de uma cidade epicentro hoje do turismo e da inovação. Mas a história até chegar a Las Vegas de hoje é de bravura, ação e muita atitude.

Las Vegas Valley foi até 1900 apenas um ponto de vales que continuam poços artesianos e, por força deles, áreas verdes e de prados (vegas no espanhol) no caminho do Oeste norte-americano e sua propagada corrida do ouro. Principal cidade do estado norte-americano de Nevada, no Condado de Clark, do qual Las Vegas é o centro propulsor da economia.

Ponto de passagem dos que sonhavam com ouro e riqueza, foi nesse vale que empresários ergueram hotéis e cassinos para aproveitar, no jogo, dos sonhos de riqueza, do dia para a noite, dos que por ali transitavam. Fundada oficialmente em 1911 e com o jogo legalizado em 1931, a cidade abriga hoje, na Las Vegas Boulevard, os maiores e mais luxuosos cassinos do mundo como Bellagio, Caesars Palace, Excalibur, Luxor, Mandalay Bay, MGM Grand, Monte Carlo, New York, New York, Paris, Stratosphere, The Venetian e Treasure Island. O primeiro deles, o histórico Flamingo Hotel em Paradise abriu a chamada Las Vegas Strip com inauguração em 22 de novembro de 1989 do The Mirage.

Além das ferrovias, que incluíram a cidade no mapa, a conclusão em 1935 das obras da Represa Hoover atraiu investimentos e população, pois a água era fundamental para o progresso da cidade que ganhou o empurrão em 1931 da legalização do jogo. Aquilo que deu fama à cidade, também a prejudicou com a máfia tendo o local como centro de negócios até que o governo deu uma mão para que o magnata das comunicações, o legendário Howard Hughes comprasse cassino, hotéis e montasse estações de rádio e televisão em Las Vegas nos anos 1960. A criação da Base Aérea de Nellis reforçou o clima desenvolvimentista da cidade.

Os grandes e luxuosos hotéis também abriar suas portas para além do jogo, grandes espetáculos e disputas de luta livre, como os campeonatos mundiais de boxe. Os salões de convenções passaram a estimular a ocorrência de feiras e convenções, entre as quais a CES. Tudo muito natural, afinal por força do jogo, desde o início a cidade abrigou empresas de alta tecnologia para o desenvolvimento de softwares que são o recheio precioso – e secreto – das máquinas caça-niquéis e também sofisticados equipamentos eletrônicos de segurança, pois o dinheiro que circula nos cassinos é alto, assim como os fornecedores de equipamentos para a base área. São empresas como Bigelow Aerospace, CommPartners, Datanamics, eVital Comunicações, Petroglyph, SkywireMedia, Switch Comunications e WorldDoc que geram empregos e emprestam à cidade a sua fachada longe do pecado, que mora ao lado. Aliás, são famosas as igrejas da cidade que realizam milhares de casamentos diários ao gosto e ao sonho do consumidor, inclusive suas perversões.

Nada mais apropriado que a luz neón com a qual Las Vegas dá as boas vindas ao mundo. Nesse documentário, um pouco da transformação dessa cidade naquilo que ela é hoje. Um belo case de marketing a favor do turismo e do entretenimento.

Compartilhar.

Sobre o autor

Carlos Franco

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP