OSCAR 2016: MAD MAX VELOZ E FURIOSO NO PÁREO

0

Mad Max: Fury Road (Mad Max: Estrada da Fúria, no Brasil) é daqueles filmes arrasa-quarteirão, com bilheterias transbordantes e muita ação, só, que desta vez, o quarto filme da franquia conquistou também a crítica e corre por fora em velocidade para conquistar o Oscar de Melhor Filme na cerimônia de entrega das sonhadas e douradas estatuetas. Dirigido por George Miller e escrito por Miller, Brendan McCarthy e Nico Lathouris, a aventura se passa num deserto de um futuro pós-apocalíptico onde gasolina e água são bens valiosos, capazes de fazer explodir a fúria até entre os pares. Ele segue mais uma vez a história de Max Rockatansky (Tom Hardy), que se junta nesse filme à Imperatriz Furiosa (Charlize Theron) para fugir do líder cultista Immortan Joe (Hugh Keays-Byrne) e seu exército dentro de um caminhão tanque. Como todo filme de ação e adrenalina, não se pode esperar grandes e marcantes atuações, mas Tom Hardy e Charlize Theron impressionaram também os críticos e a revista norte-americana Forbes se derramou pela obra que classificou de “obra-prima do cinema de ação”. Não há dúvidas: “Mad Max: Estrada da Fúria” está no páreo, veloz e furioso.

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.