CARLOS MANGA VOOU PARA O REINO DA PASÁRGADA

0

O diretor de cinema e televisão Carlos Manga partiu hoje, 17, aos 87 anos, para o reino da Pasárgada de que fala Manuel Bandeira no qual vivem dois dos grandes atores brasileiros que dirigiu, Grande Otelo e Oscarito, além da irreverente Dercy Gonçalves.

O filho do advogado Américo Rodrigues Manga e da dona de casa Maria Isabel Aranha, José Carlos Aranha Manga nasceu em 6 de janeiro de 1928, no Rio de Janeiro e morreu hoje em sua casa na Barra da Tijuca, na Zona Leste do Rio de Janeiro. Seu primeiro emprego foi como bancário, mas a paixão pelo cinema, em plena ebulição no Rio de Janeiro dos anos 1940/50 e a amizade com Cyll Farney, um astro da Atlântida, acabou o conduzindo para esta usina de sonhos. Começou no almoxarifado, mas bom de conversa e curioso foi chegando mais próximo dos atores e da produção, dos diretores e acabou se tornando assistente e na sequência com Watson Macedo e J. B. Tanko, tornou-se um dos diretores da Atlântida.

Carlos Manga acabou por dirigir duas grandes estrelas da companhia, Oscarito e Grande Otelo, levando seu nome para os letreiros de clássicos como Carnaval Atlântida (1952, direção de cenas musicais), A Dupla do Barulho (1953), Matar ou Correr (1954), Nem Sansão nem Dalila (1954), Colégio de Brotos (1955) e uma série de outros chegando ao irresistível De Vento em Popa (1957) e o emblemático O Homem do Sputnik (1959). Com a decadência da chanchada e do fim dos grandes espetáculos nos cassinos, Manga como muitos dos atores acabou indo parar na televisão no início dos anos 1960 a convite de Chico Anysio na extinta TV Rio.

O diretor fala desse período de glória do cinema nesta entrevista da Rede Brasil em que o ator Selton Mello o entrevista e onde cenas dos clássicos filmes de Grande Otelo e Oscarito são o recheio de uma deliciosa e genial conversa, que gentilmente Selton Mello compartilhou na rede social YouTube.

Da TV Rio, Manga foi para TV Excelsior e depois para TV Record em todas deixando a sua marca de qualidade. Nos anos 1970, foi para Itália realizando o sonho de conhecer o Cinecittà e ver o ídolo Federico Fellini atuando em pleno vigor artístico. Na volta, decidiu produzir, roteirizar e dirigir o filme O Marginal, com um jovem Tarcísio Meira no elenco, cuja imagem da produção ilustra essa reportagem.

Em 1980, mais uma vez a convite de Chico Anysio, Carlos Manga foi contratado pela Globo, onde dirigiu a segunda versão do humorístico “Chico city”. Também dirigiu “Os trapalhões” na fase de maior sucesso do programa. E seguiu na emissora, passando pelo “Zorra total” (1999) até que, no aniversário dos 450 anos de São Paulo, dirigiu a minissérie “Um só coração”, da dupla Maria Adelaide Amaral e Alcides Nogueira, imprimindo a sua marca de belas imagens, musicalidade harmoniosa com as cenas e uma bela história. Antes, já havia dirigido a bem sucedida minissérie “Memorial de Maria Moura” (1994) e também “Engraçadinha… Seus amores e seus pecados” (1995). Deixou ainda a sua marca em novelas como “Anjo mau” (1997) e “Torre de Babel” (1998). Dirigiu o “Domingão do Faustão” (1989), “Sandy & Junior” (1999) e “Sítio do Picapau Amarelo” (2001).

E seguiu na emissora em projetos pessoais. Carlos Manga deixa de legado, além de sua obra, um filho que tem surpreendido o mercado publicitário com a direção sofisticada de comerciais, Carlos Manga Jr. herdou do pai qualidades raras, entre as quais o senso de oportunidade e o respeito ao trabalho coletivo que resulta em arte. Deixa ainda as filhas Maria Eduarda e Paula. Uma mangueira que deu sombra e muita alegria ao cinema e à televisão na forma de saborosos frutos, os frutos do Manga. Hoje tem festa no céu.

Compartilhar.

Sobre o autor

Carlos Franco

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP