FISGANDO VOCÊ

0

Que o mundo mudou e novas plataformas de comunicação existem e requerem de agências de publicidade e veículos de comunicação novas ferramentas para impactar seus públicos já é lugar comum. O difícil mesmo é atuar no caminho da convergência com doses generosas de inovação. A afirmação é da diretora-geral de Planejamento e Inovação da DPZ, Angélica Armentano Lima, que, no momento, coordena um dos projetos mais audaciosos da DPZ: transformar a agência referência em criação e construção de marcas sólidas na mais preparada do mercado para lidar com as novas ferramentas da comunicação e o novo consumidor. Este, muito mais crítico, embora vivendo numa “Belindia”, com 72% da população analfabeta funcional e 28% um tanto mais cética, buscando algo em marcas de produtos e serviços além da sua serventia, mas formadora de opinião e disseminadora de conceitos.
“Um aparelho celular é um aparelho celular, o que os diferencia são os conteúdos que podem oferecer, mais: a experiência, a participação na vida das pessoas, desde o simples manuseio à sensações de tato, audição, aroma – aquele cheirinho de carro novo que gostamos ou aquele aroma que nos suaviza o dia”, diz a executiva.
Pode parecer estranho, mas é por esse motivo que o poderoso Google, uma das ferramentas mais acessadas em todo o mundo pelo lado Bélgica de um país como o Brasil, contratou biólogos para estudar a cabeça de animais de pessoas, para ver quais os estímulos dispendem quando, por exemplo, estão realizando uma pesquisa. Ou melhor, o que buscam, com que sonham, o que esperam.
Sempre atenta aos movimentos dos consumidores e as estratégias adotadas em diferentes mercados, Angélica está convencida de que a emoção sempre será a principal ferramenta da comunicação, mas que só atinge o objetivo da publicidade quando chega na hora certa, no local certo e, sobretudo, tenha relevância. “Todijouo mundo tem sua prioridade. Uma pessoa sai para pegar um trem, outra sai de carro, outra ainda de ônibus, e você tem que falar com elas, mas qual a hora apropriada, qual a mensagem apropriada? Vou dar um exemplo. Se você está num ônibus, trem ou metrô superlotado, ouvindo música para relaxar, você quer ouvir música, aceita no máximo que ela seja, vá lá, um oferecimento de Mon Bijou, mas não quer, naquele momento, ouvir os atributos do produto como preço, rendimento, maciez, quer apenas ouvir sua música. Se uma marca consegue isso abre a porta para depois entrar na sua casa e ser recebida e propagada com simpatia.”
Mas por qual motivo tanto se fala em convergência, em plataformas de distribuição? “Simples, a distribuição de conteúdo foi alargada, democratizada com a internet. Só que os meios não matam uns aos outros, apenas se complementam. Não são todos que leem, então a televisão e o rádio têm o seu papel, assim como as revistas e jornais quando oferecem além do tempo real dos serviços online, a análise qualificada”.
Angélica também está atenta a uma nova onda que está no ar: o mob marketing, ou seja, as ações de mobilização. “As pessoas querem ser tocadas, mas é preciso tomar cuidado para isso ocorra sempre o no momento e na hora certa. O pior dos mundos é você levar uma mensagem quando o receptor não a quer. Você perde a chance e cria um sério ruído”.
Limpar esses ruídos, convergir para novas plataformas e mergulhar na vida dos consumidores, ser relevante e inovar são os desafios da DPZ. Angélica diz que a agência que inventou a propaganda tal qual a conhecêssemos hoje, está fazendo sua parte reinventando a arte de comunicação, com convergência e inovação. Melhor com capital 100% nacional, sem somar ao nome siglas de grupos internacionais. “Convergência e inovação podem e devem ser brasileiríssimas”.


 
 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP