#IWD15: ZICA, DE FAXINEIRA A EMPRESÁRIA

0

Ao identificar nicho carente no mercado, a ex-faxineira Helóisa Helena Belém de Assis virou cabeleireira e encontrou a fórmula do sucesso que mudou a sua vida e a de muitas cacheadas, o Instituto Beleza Natural e seus produtos para quem tem cabelos cacheados ou crespos, o popular e pejorativo “pixaim”. Neste Dia Internacional da Mulher (#IWD15) ela não deixa de ser bom exemplo que sonhos podem se transformar em realidade, dar frutos, criar empregos e contribuir para a auto-estima feminina.

 

A empresária carioca Helóisa Assis pode se orgulhar de ter transformado o panorama de salões de corte e tratamento de beleza no país. Em 2013, foi eleita uma das “Dez Mulheres de Negócios Mais Poderosas” do Brasil pela revista Forbes, além de ter sido escolhida ‘Empreendedora do Ano’ pelo Estadão PME (PEQUENAS E MÉDIAS EMPRESAS). Naquele ano, a empresa fechou um acordo societário com a GP Investments, que adquiriu 33% do negócio.

Nem sempre foi assim. Ainda na década de 1990, ela e muitas mulheres não podiam encontrar no mercado produtos específicos para cabelos cacheados ou crespos, a não ser que a ideia fosse alisá-los. Essa procura despertou o interesse de Zica. “Virei cabeleireira aos 21 anos para conhecer meu próprio fio. Nos anos 90, os únicos tratamentos que existiam eram para alisar, e eu queria mantê-lo natural, mas com balanço e brilho. Eu era doméstica e o cabelo crespo era visto como sujo e sinal de desleixo. Era um sofrimento não ter uma solução para que eu e outras pessoas pudéssemos assumir a forma natural dos nossos fios”, conta Zica.

Depois de passar por um curso de cabeleireira e aprender sobre os produtos no salão onde trabalhava, passou a testar produtos e misturas em sua própria casa. Ao encontrar o balanço apropriado – depois de 10 anos de testes – surgiu a ideia de criar seu próprio salão, focado nos cabelos crespos e ondulados.

“Naquela época os salões menores dedicados aos cabelos crespos e ondulados não se apresentavam dessa forma” Não demorou muito para as filas começarem a se formar e a equipe trabalhar até de madrugada para tentar atender toda a demanda. O primeiro salão foi aberto no Rio de Janeiro, em 1993, uma atitude corajosa: recursos financeiros eram escassos. Dois sócios de Zica, que apostaram na sua receita capilar investiram o dinheiro de suas economias. Um Fusquinha do marido da cabeleireira adicionou não mais que R$ 6 mil na empreitada.

Hoje, são 30 unidades de negócio em operação, dentre institutos, lojas de produtos e quiosques, sendo 17 no estado do Rio de Janeiro, dois no Espírito Santo, três na Bahia, três em São Paulo e quatro em Minas Gerais. Por mês, passam pelos salões mais de 130 mil clientes. A rede tem apresentado um crescimento médio de 30% em faturamento ao ano. Seu público-alvo são mulheres e homens das classes B, C e D, entre 18 a 45 anos, que têm cabelos crespos e ondulados e não desejam alisá-los, e sim deixá-los bonitos naturalmente, com cachos definidos e hidratados. O tratamento carro-chefe da rede é o Super-Relaxante, que tira o volume dos fios sem alisá-los e define os cachos, Hoje a linha de produtos conta com mais de 50 itens diferentes para cuidados domésticos dos cabelos cacheados.

Em 2005, quando a empresa passou a fazer parte da Endeavor, eram 350 colaboradores e 16 mil atendimentos por mês para o Super-Relaxante, carro-chefe do instituto. Hoje, são mais de 2.000 colaboradores nos 18 institutos, na sede e na fábrica Cor Brasil. Cerca de 80% dos colaboradores já eram clientes quando foram convidados a fazer parte da equipe. A empresa apoia a política do primeiro emprego, não requer experiência profissional para a maioria das vagas e oferece treinamento aos recém-contratados.

Entre os prêmios recebidos pelo Beleza Natural, destacam-se: Empreendedor do Novo Brasil (2005); Empreendedor do ano Ernst & Young (2006); Mulheres Mais Influentes do Brasil (2007); Mulher Empreendedora de Alto Impacto do Ano Veuve Clicquot (2011), Prêmio Claudia – categoria Negócios (2012). Este ano (2013), a sócia Zica Assis foi incluída na lista das 10 Mulheres de Negócios Mais Poderosas do Brasil, da Revista Forbes, e escolhida Empreendedora do Ano pelo Estadão PME.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP