PAUDERNEY AVELINO É CONDENADO POR DESVIO DE DINHEIRO PÚBLICO

0

Porta-voz eloquente, ainda que sem argumentos convincentes, do  impeachment da presidenta Dilma Rousseff na tela da TV Globo, onde ganhou espaço quase que cativo nas últimas semanas, sobretudo na programação do canal fechado GloboNews, Pauderney Avelino, líder do DEM na Câmara Federal dos Deputados, foi condenado pelo Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) a devolver R$ 4,6 milhões aos cofres da prefeitura de Manaus. Também terá de pagar uma multa de R$ 23 mil por contratos irregulares firmados quando ocupou a secretaria de Educação da capital amazonense.

A decisão tomada pelo Tribunal na última quarta-feira, 16, estava embargada até hoje, 23, por força de recursos apresentados pela defesa do parlamentar. Uma auditoria do TCE na documentação da Secretaria de Educação de Manaus, constatou que Pauderney Avelino praticou sobrepreço nos contratos de aluguéis de prédios utilizados durante sua gestão como escolas. Em seu voto, a conselheira do TCE-AM Yara Lins, relatora do processo, apontou seis irregularidades praticadas por Pauderney Avelino, como falta de regularização do imóvel alugado junto à prefeitura e ao Corpo de Bombeiros, ausência de certidão negativa de ônus e negativa de tributos, falta da declaração de Imposto Territorial Rural ou IPTU, além de falta de certidões necessárias à celebração dos contratos.

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.