A INESQUECÍVEL QUEDA DO MURO DE BERLIM

0

Em 9 de novembro de 1989, o Muro de Berlim finalmente vinha abaixo. Um fato histórico emocionante que sempre merecerá ser lembrado.

O acontecimento que simbolizou com mais força o desmoronamento da antiga ordem foi a abertura do Muro de Berlim em 9 de novembro. Aquela infame bareira de concreto de 45 quilômetros de extensão passara a significar não apenas a divisão da antiga capital da Alemanha, mas a divisão da Europa em geral. Quando o muro se desintegrou, desapareceu também a linha divisória Leste-Oeste da Europa. (Trecho de Guerra Fria, de Robert J. McMahon, Série Encyclopaedia, Coleção L&PM Pocket)

Foto da pg 189: O Muro de Berlim vem abaixo, novembro de 1989

Foto da pg 189: O Muro de Berlim vem abaixo, novembro de 1989

28 anos haviam se passado. Praticamente uma geração. Foi em 13 de agosto de 1961 que a cidade de Berlim acordou dividida. Cercas de arame farpado tinham sido esticadas, delimitado que não existia mais uma única nação alemã, mas duas. O muro – que se tornaria o maior símbolo da Guerra Fria – também começaria a ser erguido durante aquela madrugada. E enquanto os moradores da Alemanha Ocidental tinham liberdade, os da Oriental logo perceberam que se encontravam em uma espécie de cárcere privado.

Da noite para o dia, o muro de Berlim começou a ser erguido

A Guerra Fria opôs União Soviética e Estados Unidos num tenso conflito que atravessou décadas. Para entender melhor como como tudo começou, por que ele durou tanto tempo e que impacto teve no estabelecimento de uma nova ordem mundial, a sugestão é  Guerra Fria, de Robert J. McMahon, Série Encyclopaedia. Lançando mão de arquivos secretos divulgados recentemente e dos últimos estudos sobre o assunto, o autor oferece ao leitor um relato atualíssimo e eletrizante.

“Guerra Fria” é o próximo título da Série Encyclopaedia

Texto e fotos do Blog da Editora LP&M, Porto Alegre, Rio Grande do Sul

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.