AMBEV FOCA PRODUÇÃO DE CEVADA NO RIO GRANDE DO SUL

0

Mais de 250 profissionais agrícolas se reuniram para participar do tradicional evento anual Dia de Campo, promovido pela Ambev na cidade de Passo Fundo (RS) para discutir as melhores práticas para a produção de cevada. O encontro foi organizado pela agência BFerraz e contou também com a presença de influenciadores.

 

Em um mini tour por um campo de cevada, com cinco estações para tratar dos temas que envolvem a produção do cereal, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer mais sobre análise de clima, épocas de semeadura, diferentes doses e fontes de nitrogênio, fungicidas e novas linhagens e cultivares.

 

Os participantes tiveram ainda a chance de ampliar seu conhecimento cervejeiro em um bate-papo com o Luciano Horn, principal mestre-cervejeiro da Ambev, e José Felipe Carneiro, que além de mestre é fundador da Wäls.

 

Com foco em aumentar a produtividade do cultivo do grão, a cervejaria é hoje a maior fomentadora de cevada no Brasil. Há mais de três décadas, a empresa transfere tecnologia, fornece sementes, fertilizantes e treina mais de dois mil agricultores do Rio Grande do Sul e do Paraná, que são beneficiados com a distribuição de 270 mil toneladas do grão a cada safra.

 

Para transformar a cevada em malte, principal matéria-prima da cerveja, a Ambev possui no Brasil duas maltarias: a Maltaria Navegantes, localizada em Porto Alegre (RS), e a Maltaria Passo Fundo (RS), que no Dia de Campo abriu suas portas para que um grupo de visitantes conhecesse suas instalações. Localizada em um importante centro de produção do cereal, a filial possui capacidade para produzir 122 mil toneladas por ano. Com quase 150 funcionários, a unidade recebeu R$ 2,5 milhões em investimentos no último ano. A companhia possui ainda outras quatro maltarias, duas no Uruguai e duas na Argentina. Juntas, as seis maltarias da companhia têm capacidade para produzir mais de 74 mil toneladas de malte por mês.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.