Boa notícia: Conjunto Nacional será revitalizado

0

Vanessa Brito
Agência Sebrae


Projetado por Lúcio Costa, o Conjunto Nacional nasceu com Brasília há 47 anos
Brasília – Lojistas do Conjunto Nacional, o mais antigo shopping center de Brasília, projetado pelo arquiteto e urbanista Lúcio Costa, e cuja fachada original é do artista plástico Athos Bulcão, serão beneficiários de projeto inédito do Sebrae no Distrito Federal. O Projeto Comércio Varejista do Shopping Conjunto Nacional será lançado no dia 14 de agosto, às 19 horas, no espaço cultural desse condomínio comercial.

No Sistema Sebrae, o projeto será piloto para iniciativas similares em outras unidades da Federação. “Trata-se do primeiro projeto do Sebrae voltado a empresários de um shopping center fechado no País e foi demandado pelos próprios empresários”, afirma Zaile Sousa das Chagas, gestora do projeto no Sebrae/DF. O objetivo é fortalecer as empresas vinculadas à Associação de Lojistas do Conjunto Nacional.

A metodologia Geor (Gestão Estratégica Orientada para Resultados) do Sistema Sebrae vai orientar o desenvolvimento do projeto. Entre as metas a serem alcançadas, destacam-se: aumento do faturamento das lojas em 30% até dezembro de 2009 e de 15% no tíquete médio (vendas) e na taxa de conversão (clientes que olham a vitrine e entram na loja para comprar) até dezembro de 2008.

A expectativa é que o Projeto Comércio Varejista do Shopping Conjunto Nacional comece já com a participação de 30 empresários. Atualmente 256 lojas integram o primeiro condomínio comercial da capital federal. Empresários e trabalhadores receberão capacitações nas áreas gerencial e técnica. Cursos de gestão, atendimento, vitrinismo, marketing, layout de lojas, entre outros, serão ministrados a eles. Senac/DF, Sesc/DF, Fecomercio/DF e Faci/DF são parceiros do projeto.

Nos últimos anos, lojistas e trabalhadores do Conjunto Nacional participaram de capacitações e cursos, porém não havia vínculos com resultados, relata Zaile. “Daí percebemos que caberia a metodologia Geor”, acrescenta. O Sebrae/DF pretende alcançar os 256 lojistas do shopping. Três outros shopping centers brasilienses já estão interessados em desenvolver projeto semelhante.

Problemas atuais

O Conjunto Nacional foi o primeiro shopping center de Brasília e segundo do Brasil. Sua localização, no centro do Plano Piloto, foi prevista pelo arquiteto e urbanista Lúcio Costa e a fachada original foi projetada pelo artista plástico Athos Bulcão. À noite, as luzes de neon do Conjunto Nacional se destacam e podem ser vistas a longa distância. Considerado um dos cartões postais da capital federal, foi tombado como Patrimônio Histórico da Humanidade pela Unesco.

Hoje, 47 anos após a fundação de Brasília, o Conjunto Nacional enfrenta dificuldades típicas das grandes cidades. Convive com um ‘camelódromo’ em suas imediações, integrado por dezenas de ambulantes. Sua calçada é, ainda, passagem obrigatória para milhares de pedestres, usuários de transportes públicos, que embarcam e desembarcam na rodoviária do Plano Piloto, em frente ao shopping. A área do estacionamento não pode ser ampliada, devido ao tombamento pela Unesco. “Os lojistas sofrem muito com as pressões da rua. As particularidades desse shopping estão nos ensinando muito”, comenta Zaile.

O projeto do Sebrae/DF também deverá auxiliar na busca de soluções para outras dificuldades enfrentadas pelo shopping pioneiro de Brasília. “O Conjunto Nacional não tem áreas de lazer. É tido como um shopping de compras, essencialmente”, explica a gestora. Os cinemas foram fechados há alguns anos.

Infra-estrutura, realocação aos ambulantes, estacionamento, segurança e horário de funcionamento estão entre os itens a serem contemplados pelo projeto do Sebrae/DF. “Vamos nos articular com o Governo do Distrito Federal para sanar esses problemas”, adianta a gestora.

Serviço:
Lançamento do Projeto Comércio Varejista do Shopping Conjunto Nacional
Dia 14 de agosto, às 19 horas
Espaço cultural do Conjunto Nacional, 3º andar

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP