Carro ecológico

0

A Renault apresenta o carro-conceito Logan “Renault eco²”, um veículo experimental que participará do próximo Desafio Bibendum Michelin em Xangai (China). Veículo econômico por excelência, o carro-conceito Logan “Renault eco²” também é ecológico, pois satisfaz os três critérios do Programa “Renault eco²”, referentes à produção, utilização e reciclagem. Este carro-conceito se destaca pela sua eficiência em termos de emissões de CO2, com apenas 97g/km.

Lançada em maio deste ano, a assinatura “Renault eco²” ilustra o comprometimento da Renault em oferecer veículos ecológicos e econômicos, ou seja, modelos que ofereçam resultados mensuráveis em todas as etapas do ciclo de vida e progressos tecnológicos acessíveis para o maior número possível de clientes. Para receber a assinatura “Renault eco²”, o veículo deverá atender a três critérios:
– Ser produzido em uma fábrica certificada pela norma ISO 14001;
– Emitir menos de 140g de CO2/km ou ser movido a algum tipo de biocombustível;
– Ser reciclável no fim do ciclo de vida em 95% e conter pelo menos 5% de materiais plásticos provenientes de reciclagem.

Hoje, 40% dos modelos da Renault já recebem a assinatura Renault eco².

Por ocasião do Desafio Bibendum Michelin – que acontecerá de 14 a 17 de novembro de 2007 em Xangai, na China – a Renault apresenta o carro-conceito Logan “Renault eco²”. Trata-se de um veículo experimental, que participará do concurso organizado pela Michelin.

Econômico por excelência, o carro-conceito Logan “Renault eco²” foi produzido em Pitesti (Romênia), uma fábrica certificada pela norma ISO 14001 desde 2005. Ele carrega a bordo 8,3% de material plástico reciclado e 95% da sua massa é reciclável. Enfim, um esforço especial foi dedicado à redução das emissões de CO2 para ficar abaixo da marca de 100 g/km.

Equipado com o motor 1.5 dCi – capaz de desenvolver 85 cv de potência – compatível com o combustível B30 (diesel com adição de 30% de Biodiesel), o carro-conceito “Renault eco²” se beneficiou de várias otimizações e soluções técnicas, que também são rotas de desenvolvimento para os futuros veículos da linha Renault. As suas soluções referem-se a:
– Conjunto motor e câmbio: A Renault realizou modificações nos pistões e no sistema de injeção, visando a melhorar a combustão, ajustes nas folgas de diversos componentes e nos lubrificantes com o objetivo de minimizar os efeitos do atrito, além de nova configuração da caixa de câmbio.
– Aerodinâmica: A utilização dos geradores da VORTEX (pequenos elementos aerodinâmicos posicionados no teto do veículo, que permitem diminuir o seu atrito), adoção de uma chapa flexível sob o pára-choque dianteiro, defletores de rodas e a instalação de um spoiler traseiro permitiram reduzir o do Cx do carro-conceito Logan “Renault eco²” de 0,36 para 0,29.
– Aderência ao solo: Este carro-conceito é equipado com pneus Michelin “Pure” 185/65 R15 de baixa resistência ao rolamento. A Renault também realizou mudanças na regulagem dos ângulos e na inclinação das pinças, com o objetivo de reduzir os atritos.
– Diferentes ganhos em relação aos consumidores de energia, como, por exemplo, um alternador que controla a carga da bateria da forma mais exata possível.

A combinação destes diferentes dispositivos permite que o carro-conceito Logan “Renault eco²” apresente um baixíssimo nível de emissões de CO2, de apenas 97 g/km (homologação em ciclo misto conforme a norma NEDC), ou seja, um consumo de 3,9 l/100 Km.

Além disso, o painel de instrumentos do carro-conceito Logan “Renault eco²” dispõe de um auxílio à mudança de marchas do tipo indicador da alavanca de câmbio, para que o próprio condutor possa otimizar o consumo e a redução das emissões de CO2. Se o condutor utilizar continuamente o indicador da alavanca de câmbio, o nível de emissões de CO2 do carro-conceito Logan “Renault eco²” poderá ser inferior aos 97 g/km homologados.

Com o carro-conceito “Renault eco²”, a Renault deseja novamente demonstrar que é possível associar “ecologia e economia” e reafirmar que as soluções ecológicas mais eficazes são aquelas acessíveis a um grande número de consumidores.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP