CLAUDIO RESTON NO ARTRUA

0

Convidado a participar do ArtRua Rio de Janeiro, Claudio Reston produziu quatro séries de gravuras em serigrafia, alguns desenhos tipográficos e também vai expôr originais de suas famosas “frases desenhadas”, com temas inspirados no cotidiano como “O prazo é apertado e a verba é curta”. Artista tipográfico, designer e sócio-diretor da Visorama Diversões Eletrônicas, ele adotou esse estilo onde letras se encontram de forma randômica, criando um universo de abstração da palavra e redesenhando os conceitos tradicionais da escrita e da tipografia. Tudo é sempre adequado ao ambiente ou situação propostos, o que abre diversas possibilidades de criação, sem perder a estética já reconhecida. 

É dele a exposição “Alfabetos Imaginários Vol.1”, exibida em uma antiga cela de réus do Centro Cultural da Justiça Federal do Rio de Janeiro com frases desenhadas inspiradas no local, como “Visitas íntimas só as quintas”. Ele tem sido convidado a criar painéis fixos em empresas como a agência de publicidade Ogilvy, no Rio de Janeiro, onde desenhou frases de um dos nomes mais criativos do mundo, o fundador da multinacional, David Ogilvy. Também assina parte da decoração e os copos “to go” do House Of Food, em São Paulo, com frases como: “Use, crie, transe. Visite nossa cozinha. Invada. Prove.”

“É um trabalho que tem o design em todo o processo, desde a concepção das frases que precisam se adequar aos espaços e contextos, até os testes de desenho e harmonização das letras e palavras para que, a partir de uma desconstrução, façam ainda mais sentido e facilitem a compreensão”, diz Claudio Reston. Tudo é feito manualmente por ele, que produz moldes e vai testando sua própria arte até a execução final. “São dias e dias dedicados as mesmas frases”, revela.

O trabalho poderá ser visitado de 10 a 13 de setembro em um dos espaços do Art Rua, no Porto Maravilha (Avenida Barão de Tefé, 75, Rio de Janeiro). A entrada é gratuita.

MAIS SOBRE O ARTISTA

Claudio Reston é carioca, tem 41 anos e estudou na Escola de Belas Artes da Universidade Federal do Rio de Janeiro.

É artista tipográfico, designer e sócio-diretor da Visorama Diversões Eletrônicas, onde dirigiu filmes e campanhas publicitárias para clientes como Coca-Cola, Nike, Rock in Rio (edições Rio, Madrid e Lisboa), TV Globo, Banco do Brasil, Light, Oi, Nickelodeon, MTV, entre outros. Foi responsável pela criação da identidade visual, vinhetas e comerciais do Festival Internacional de Curtas do Rio de Janeiro de 2007 a 2009.

Tem trabalhos em publicações e exposições internacionais: Brazil + Football + Design – National Football Museum, Manchester – Reino Unido, 2014; Descubra o Cinema Brasileiro – Broadway Cinematheque of MOMA, Pequim, 2011 e Xangai, 2010; Livro Type Spaces – Typography in Three Dimensional Spaces – Singapura, 2014; Livro Drawing for Graphic Design – EUA, 2012; Livro Interior Pop! – Singapura, 2011; Livro Atlas of Graphic Design, Espanha/EU, 2010; Revista Étapes no. 83 e Especial no. 100 – França, 2002 / 2003; e Revista Emigré 54, The Last Wave – EUA, 2000.

Foi premiado quatro vezes na Bienal de Design Gráfico da ADG em 2000 e 2013 e finalista em 2002. Foi vencedor do Grand Prix de mídia digital do Prêmio Colunistas em 2012; Ouro na categoria Ação em Rede Social, com a campanha “Cats Are Funnier” (Ogilvy / Ong Nove Vidas). Ganhou um troféu Leão em Health no maior festival de comunicação do mundo, o Cannes Lions, com “Animais Valiosos” que tem conquistados outros prêmios ao redor do mundo, como cinco estrelas no Ad Stars da Coréia do Sul.

É co-autor do documentário “Oscar Niemeyer – A Luta é Longa”, exibido no Festival Arte Leblon, com estreia internacional em outubro, e está co-dirigindo um documentário sobre o Canecão, com previsão de lançamento para 2016.

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Carlos Franco

Comentários desativados.