COCA-COLA APRESENTA SEU TIME DE CONDUTORES DA TOCHA

0

Celebrar a chama Olímpica e aquecer o Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016. Esse é o objetivo da Coca-Cola no Revezamento da Tocha Olímpica, que começa no dia 3 de maio, em Brasília. A marca, que iniciou sua parceria com o Revezamento em Barcelona 1992, anunciou nesta quarta-feira, dia 24, cinco das 2.400 pessoas que terão a oportunidade única de conduzir o ícone Olímpico pela Coca-Cola.

A ex-ginasta Laís Souza, a jogadora de vôlei e bicampeã Olímpica Fabiana, o jovem arqueiro indígena Gustavo dos Santos, o cantor Di Ferrero e o youtuber Lucas Rangel fazem parte do time de condutores da Coca-Cola, que reunirá atletas, artistas, jovens e pessoas com histórias inspiradoras. Os condutores foram escolhidos através do conceito Isso É Ouro, criado para a campanha nacional de seleção da Coca-Cola, que recebeu mais de 17.000 inscritos em três meses. Os Jogos Olímpicos Rio 2016 representam a 11ª participação da marca em um Revezamento, incluindo as edições de Verão e de Inverno.

“Esse é um momento de alegria para a Coca-Cola. Com o Revezamento da Tocha, pretendemos celebrar a chama e os valores Olímpicos e aquecer todo o Brasil para a chegada dos Jogos. É por isso que o nosso grupo de condutores reúne desde histórias incríveis de superação, como é o caso da Laís, passando por campeões Olímpicos como a Fabiana, e chegando aos jovens que têm conexão com a marca, como é o caso do Gustavo e do Lucas. Isso sem falar do Di Ferrero, que, além de conduzir a Tocha, ainda será responsável por um dos shows que vamos fazer para celebrar o Revezamento ao redor do Brasil. Somos parceiros do evento há muito tempo e queremos levar o espírito Olímpico para cada cidade do país, permitindo que todo mundo possa sentir o sabor de Coca-Cola.”, diz Flavio Camelier, vice-presidente da Coca-Cola Brasil para os Jogos Olímpicos Rio 2016.

A ex-ginasta Laís Souza afirma estar realizando um sonho. “Em minhas participações em Jogos Olímpicos, eu tinha a imagem muito forte da chama acendendo a pira Olímpica. Confesso que ainda não acredito que isso está acontecendo comigo. Agradeço à Coca-Cola pela oportunidade de realizar esse meu sonho de conduzir a Tocha Olímpica Rio 2016. Pode ter certeza que conduzirei não só a Tocha, mas sim meu sonho e de todos os brasileiros que levarei de coração aberto comigo.”

A bicampeã olímpica e integrante do time de embaixadores da Coca-Cola Fabiana Claudino também falou sobre a oportunidade de conduzir o ícone. “É uma emoção e uma honra poder conduzir a Tocha Olímpica no meu país. O Revezamento da Tocha Olímpica é um aquecimento para os Jogos e estou muito feliz de poder participar desse momento histórico.”

Confira uma breve história dos primeiros condutores da Coca-Cola para o Revezamento da Tocha Olímpica Rio 2016:

 

Laís Souza

Laís começou na ginástica artística aos 4 anos, na cidade de Ribeirão Preto. Fez parte da seleção que disputou os Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo 2003, quando conquistou a quarta colocação no salto e o terceiro lugar geral na disputa por equipes. Em Atenas 2004, em sua primeira participação em Jogos Olímpicos, a ginasta conquistou o nono lugar geral por equipes. Já em Pequim 2008, alcançou a melhor colocação brasileira na história, a oitava posição na competição geral por equipe.

 

Em 2013, começou a treinar esqui aéreo e conseguiu vaga para disputar os Jogos Olímpicos de Inverno Sochi 2014. Durante treinos nos Estados Unidos, sofreu um acidente que causou uma torção na coluna cervical que a deixou tetraplégica. Por conta de sua garra e dedicação à recuperação, Laís Souza tornou-se exemplo de superação para todo Brasil.

 

Fabiana

Bicampeã Olímpica de vôlei nos Jogos Olímpicos Pequim 2008 e Londres 2012 e integrante do Time Coca-Cola, Fabiana hoje atua pelo Sesi-SP e é a capitã da seleção brasileira de vôlei. A jogadora conquistou também duas medalhas de prata no Mundial do Japão, em 2006 e 2010, e uma de bronze no Mundial da Itália, em 2014. Entre os seus títulos, Fabiana ainda contabiliza o ouro nos Jogos Pan-americanos Guadalajara 2011 e prata nos Jogos Pan-americanos Rio 2007, além de prêmios de atuação em competições disputadas.

 

Gustavo dos Santos

Atleta de alto rendimento do tiro com arco, Gustavo conheceu o esporte por meio do projeto social Arqueria Floresta Flecha, na aldeia indígena Karapana, situada a 80km de Manaus. Aos 19 anos, mora atualmente em Manaus e sonha com a vaga para representar o Brasil nos Jogos Olímpicos Rio 2016.

 

Lucas Rangel

Estudante mineiro que virou celebridade na internet com a produção de vídeos marcados pelo humor e improviso. De smartphone na mão, Lucas cria personagens, inventa diálogos e filma situações cômicas do dia a dia atraindo uma legião de fãs. Hoje, domina todas as plataformas das redes sociais.

 

Di Ferrero

De Campo Grande-MS, Di Ferrero é cantor e vocalista da banda NX Zero. Sua trajetória musical começou ainda na infância, cantando na igreja. Aos 12 anos de idade, chegou a montar uma banda gospel. Além do trabalho de sucesso com a banda, Di, um apaixonado por skate, tem em seu currículo parcerias com artistas internacionais com Nelly Furtado e Eric Silver.

 

Coca-Cola e os Jogos Olímpicos

A Coca-Cola é a mais antiga patrocinadora dos Jogos Olímpicos, participando desde Amsterdam 1928. Em todas as edições realizadas desde então, sempre esteve ao lado do Movimento Olímpicos no esforço de promover a disseminação do Espírito Olímpico, auxiliar na formação de atletas e contribuir para o desenvolvimento do esporte em todo o mundo.

A parceria da Coca-Cola com o Revezamento da Tocha Olímpica também é de longa data. Os Jogos Olímpicos Rio 2016 representam a 11ª participação da marca em um Revezamento, incluindo as edições de Verão e de Inverno. A primeira atuação aconteceu em Barcelona 1992. Na ocasião, a Coca-Cola foi parceira na implementação do primeiro Programa Internacional de Condutores, quando proporcionou que pessoas de outros países, inclusive o Brasil, pudessem conduzir a Chama Olímpica ao lado de condutores do país anfitrião dos Jogos.

A Coca-Cola é também uma das patrocinadoras do Comitê Olímpico do Brasil (COB) e, desde 2012, patrocina os Jogos Escolares da Juventude, maior competição de esportes Olímpicos do mundo em nível escolar.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.