Evoluindo sempre

0

Inicia no dia 8 de outubro, em Brasília/DF, a II Bienal Brasileira de Design. O evento, que segue até o dia 5 de novembro, é realizado pelo Movimento Brasil Competitivo (MBC), Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), por meio do Programa Brasileiro de Design (PBD), e Governo do Distrito Federal (GDF), por meio do Museu Nacional, Brasília Tur e Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal; com patrocínio master da Fiat; apoio da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), Grupo Gerdau e Sebrae; e parceria da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX), Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Petrobras, Lei Rouanet, Senai Nacional, Universidade do Vale do Rio dos Sinos (Unisinos), Casa Park e Rede Design Brasil. A Bienal será sediada no Museu Nacional, instituição também parceira do evento, localizado na Capital Federal.

A mostra, que tem curadoria de Fábio Magalhães e Auresnede Pires Stephan irá explorar a convergência entre arte e tecnologia em prol do design para a competitividade da produção nacional. O foco será em produtos escolhidos no universo industrial contemporâneo com significados sociais e econômicos para o Brasil e que intensificam a relação entre a cultura, o design e as empresas. O principal objetivo é o fortalecimento da Marca Brasil, projetando a diversidade e a criatividade brasileira no mercado interno e externo e contribuindo para o aumento da competitividade das empresas nacionais. Serão produtos utilitários nas indústrias de automóvel, aeronáutica, máquinas agrícolas, equipamentos hospitalares, móveis e iluminação, assim como aqueles voltados para pequenas e médias escalas de produção, priorizando a qualidade e a execução dos projetos.

A mostra irá prestar uma homenagem, com curadoria de Adélia Borges, a José Carlos Bornancini e Nelson Ivan Petzold, ícones do design contemporâneo nacional. Juntos, já desenvolveram mais de 200 produtos desenvolvidos para os mais variados ramos da indústria, como móveis, eletrodomésticos, elevadores, brinquedos, computadores e tratores – muitos deles, bastante conhecidos no cotidiano brasileiro. Outro destaque da II Bienal será o design artesanal e de jóias, produtos que já abriram espaço no mercado internacional principalmente pelo diferencial de ter “a cara brasileira”, mostrando a qualidade dos profissionais e produtos nacionais. A mostra prevê ainda o Módulo Design Popular: A Mão do Povo em três tempos, com curadoria de José Roberto Nemer.

Na programação, uma série de atividades promove o tema junto aos mais variados públicos: Mostra Internacional Made in Italy, mostrando peças estrangeiras que influenciam o design contemporâneo, com curadoria de Vanni Pasca; Design Innovation Labs, encontros com o objetivo de fomentar o design nacional, realizados em parceria com a ABDI; Design Week Brasil, eventos paralelos regionais realizados em parceria com organizações locais: Porto Alegre/RS (Unisinos), Curitiba/PR (Positivo), Rio de Janeiro/RJ (PUC-Rio) e São Paulo/SP (Senac/SP); Clínicas de Design, orientadas com o intuito de promover a interação entre designers e empresas, desenvolvidas com Senai Nacional; e Destaque Design 2008, cujo objetivo é reconhecer os trabalhos expostos durante a mostra e conta com a parceria da Rede Design Brasil.

Ainda prevista no evento está a Bienal Virtual, site onde o público poderá participar da mostra virtualmente, permitindo amplo acesso aos trabalhos expostos no Museu Nacional de Brasília, por meio de inclusão de imagens em área expositiva virtual, além de fóruns, canais de imprensa, materiais de pesquisa, entre outros. A Ação Educativa irá favorecer a formação de um público mais crítico, capacitando estudantes que atuarão durante a Bienal como monitores responsáveis pela desmistificação dos trabalhos expostos. O Projeto Imagem, realizado em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (APEX-Brasil), irá convidar à mostra jornalistas internacionais especializados e formadores de opinião com o propósito de divulgar o design Brasileiro na imprensa estrangeira.     

A primeira edição da Bienal Brasileira de Design foi realizada em junho de 2006, no espaço OCA do Parque do Ibirapuera, em São Paulo, e recebeu a visita de cerca de 35 mil pessoas, contemplando profissionais da área, estudantes, empresários e público em geral.

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP