“FAÇA CHORAR UMA CRIANÇA. SALVE-LHE A VIDA”

0

Cerca de 4 milhões de crianças morrem todos os anos em virtude de doenças que poderiam ser evitadas. Milhões de outras crianças são vítimas de violência, pobreza e não têm acesso a cuidados de saúde. É esta injustiça que a Médicos do Mundo pretende denunciar através da sua campanha internacional assinada pela agência de publicidade DDB Paris e que começa a ser veiculada globalmente em Portugal, Alemanha, Argentina, Canadá, Espanha, França, Grécia, Holanda e Suíça. “Faça chorar uma criança. Salve-lhe a vida” é o mote da campanha que tem como hashtag #makeachildcry. A ideia é ir direto ao ponto: o medo que faz com que uma criança chore quando vê um médico ou dá entrada em postos de atendimento, hospitais e clínicas, muitas vezes temendo os estranhos que as rodeiam e que já lhes imputaram sofrimentos, especialmente em áreas de conflito.

A campanha conta com filmes, que retratam vídeo-cases de crianças atendidas por Médicos do Mundo, a organização que nasceu na França (Médecins du monde) e conta com o suporte de profissionais voluntários que levam ajuda humanitária à populações vulneráveis na França e no mundo. Foi fundada em 1980 por um grupo de médicos militares liderados pelo francês Bernard Kouchner e já atuou em grandes crises que marcaram os anos 1980 (Afeganistão, El Salvador, Armênia), 1990 (ex-Jugoslávia, Somália, Ruanda, Burundi, Zaire, Irã, Kosovo, Turquia, Timor-Leste, Tchetchénia) e 2000 (Territórios palestinos, Marrocos, Costa do Marfim, Congo, Zimbábue, Libéria, Haiti, Sudão, Indonésia, Líbano. Além dos filmes, em diversos idiomas para contemplar os mais de 60 países em que atua, a ação é reforçada por mídia impressa, cartazes e um hotsite com as histórias que pode ser acessado aqui e onde se destacam crianças que pararam de chorar e agora estão salvas, cheias de planos e sonhos como Michaela, vítima da cólera no Haiti. Criança tem naturalmente medo de médico e é isso que a organização não-governamental quer evitar. 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP