HEPATITE C: UM TESTE QUE AJUDA A SALVAR VIDAS

0

A Agnelo Comunicação é responsável pela nova campanha do Ministério da Saúde, que trata da importância do diagnóstico precoce e tratamento da Hepatite C. A campanha tem como target pessoas com mais de 40 anos que passaram por alguma cirurgia, transfusão de sangue ou que fizeram tatuagem antes de 1993, quando ainda não havia teste para detecção da doença ou políticas efetivas para o manuseio de materiais hemoterápicos.

Também são alvo da campanha os profissionais de saúde e profissionais de estética, como manicures e tatuadores. O objetivo da ação é informar de forma clara e precisa em que consiste a Hepatite C, que riscos envolve e quais são as maneiras de detectá-la e tratá-la. As peças incluem filme, spot para rádio, folder informativo e peças para mídia exterior e alternativa.

Hepatite C. O teste pode salvar sua vida
. Sob esse mote, as peças buscam elevar a adesão da população ao tratamento, uma vez que não há vacina contra essa modalidade da doença. De acordo com Sabrina Ravagnani, da Agnelo, “as peças buscam criar uma identificação com o grupo alvo, que são homens e mulheres acima de 40 anos. A campanha será veiculada até o dia 19 de agosto em televisão, rádio, internet, mídia exterior (MUBS e peças para trens e metrôs no Rio de Janeiro, São Paulo e no Distrito Federal) e mídias alternativas, como vinhetas DOOH em salões de beleza”, afirma.

A Hepatite C é uma doença silenciosa, que pode ficar anos sem apresentar nenhum sintoma, mas que pode evoluir para cirrose, câncer e até levar à morte. O tratamento para a doença é disponibilizado de forma gratuita pelo SUS desde 2002 e em 2015 foram incorporados novos medicamentos para Hepatite C crônica, uma terapia oral com menos efeitos colaterais.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.