ISTO É ANGOLA

0

A TBWA ANGOLA assina um comercial da cerveja Cuca Beer, em veiculação na capital Luanda, que é uma delícia, tanto pela força e energia de suas imagens como principalmente por nos apresentar a realidade de um país africano que tem como principal atributo a alegria de viver. Dirigido pelo australiano Lance Kelleher, o filme apresenta a contradição angolana entre a riqueza de seus recursos minerais – o ouro e os diamantes – e sua gente, o verdadeiro ouro de angola, que é negro, vibrante.

Comerciais de cerveja têm, na maioria dos casos, o mesmo frescor, com belas mulheres e homens se divertindo nas mais diferentes situações acompanhados da famosa “cervejinha”. O filme “Isto é Angola”, de Cuca Beer, tem tudo isso, segue a fórmula, mas traz uma novidade para o olhar do brasileiro: o nosso passado comum de cidade. São como na belíssima canção “Gente Humilde”, de Francisco Buarque de Hollanda, o nosso Chico, casas simples, com cadeiras na calçada e na placa em cima escrito que um lar. Um lar, no caso angolano, de uma gente que enfrenta a diversidade de uma distribuição de renda inexistente sem perder o rebolado.

O filme criado pela TBWA Angola capta por meio das lentes de Kelleher exatamente esse frescor da vida angolana, seus tipos característicos, os surbúbios de Luanda onde a vida segue o seu ritmo cadenciado em busca do prazer. O ouro negro emerge nas ruas, nas mulheres e nas suas sinuosas curvas nas quais os homens deslizam o olhar como em todo, ou melhor, como na maioria, dos anúncios de cerveja. Poderia ser apenas mais um, entre tantos, mas o de Cuca Beer mostra, de fato, que “isto é Angola”.

O país que completa 40 anos de independência de Portugal este ano é um gigante pelo seu povo mais que pelos minérios que o tornaram colônia e região dependente de exploradores do ontem, do hoje e do futuro, sonhando com diamantes, ouro e petróleo – pois é um território rico em minerais – mas que tem no seu povo, na sua gente, nessa gente humilde dos subúrbios a sua maior riqueza, aquela alegria de viver que se pode dizer com orgulho, como o faz Cuca Beer, que “isto é Angola”. Um brinde aos angolanos.

Compartilhar.

Sobre o autor

Carlos Franco

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP