KODAK REVELA O PREÇO A PAGAR PARA ESTIMULAR EXAMES DE VISTA

0

Enxergar mal pode não só trazer dificuldades no dia-a-dia, mas até levar à perda de oportunidades na vida. É o que mostram as Lentes Kodak em uma campanha bem-humorada, produzida pela Agência3, com dois vídeos no estilo “pegadinha” que estão sendo exibidos a partir desta semana na fanpage no Facebook, com o objetivo de estimular os internautas a consultarem o oftalmologista para fazer o exame de vista.

No primeiro vídeo, um rapaz estaciona sua carrocinha de cachorro quente no Centro do Rio e coloca ao lado uma tabuleta anunciando a promoção do dia. Mas em vez de ler as letrinhas pequenas que anunciam que o cachorro quente é de graça, a maioria das pessoas não enxerga a promoção e paga o sanduíche. Só ao final se dá conta de que perdeu uma oportunidade.

 “As pessoas não têm o hábito de fazer exame de vista. Em geral, só procuram o médico quando o problema fica sério afetando gravemente a sua vida. As Lentes Kodak são destinadas ao público da classe média brasileira, então escolhemos esta forma descontraída para passar a mensagem, afinal este público valoriza muito todas as oportunidades que surgem em suas vidas“, explica Luciana Vasconi, VP da Agência3.

 O segundo vídeo muda a pegadinha, mas segue a mesma lógica. James estaciona uma limousine em frente a um ponto de ônibus e coloca uma tabuleta informando que basta o usuário chamar pelo motorista, que ele ganha um passeio, de graça, com todo o luxo. O detalhe é que a tabuleta, assim como em um exame de vista, vai reduzindo a letra a cada frase e só quem enxerga bem consegue ler as letras miúdas.

“Acho muito importante colocar o trabalho criativo em prol de um tema desta importância”, ratifica Paulo Castro VP de Criação.

A causa de saúde ocular é mundial. Segundo dados do Vision Impact Institute, organização não governamental ligada à empresa Essilor, há 4,3 bilhões de pessoas em todo o mundo que precisam de correção visual, das quais cerca de 2,5 bilhões não têm correção. Pesquisas do instituto mostram ainda que 60% dos acidentes automobilísticos estão ligados a problemas visuais, gerando um custo de mais de 18 bilhões de euros anualmente em todo mundo.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.