LONA DOS JOGOS RIO 2016 VIROU BOLSAS. TEM QUEM QUEIRA

0

Os Jogos Olímpicos terminaram, mas não foi só o espaço e o carinho no coração dos cariocas que o Boulevard Olímpico deixou de legado. Dois meses depois do final do evento, mais de 3.000m2 de lonas usadas em palcos, totens, containers de informações e de outros itens de mobiliário urbano e sinalização se transformaram em 1.000 bolsas feitas pela ONG TemQuemQueira, que cria peças de design capacitando e dando oportunidade de inclusão social para cidadãos que não tem oportunidade de trabalho no Rio de Janeiro.

“De um lado temos um material altamente tóxico, sem política de descarte, que iria para um lixão ou para os rios. De outro lado, cidadãos que buscam uma oportunidade de recomeçar, de ter uma vida virtuosa que lhes resgate a auto estima e a autonomia produtiva. A TQQ é a liga que une estas duas necessidades, gerando renda e emprego para estes cidadãos, ensinando-os a transformar este resíduo em peças lindas, resistentes e desejáveis”, ressalta Adriana Gryner, fundadora da TemQuemQueira.

Toda a produção foi comprada pela Gael Comunicação, agência de Gaetano Lops responsável pela criação, implementação e gestão do Boulevard Olímpico. Ao todo foram mais de 50 pessoas beneficiadas pelo desenvolvimento das bolsas, direta e indiretamente. As peças serão doadas aos funcionários da agência e colaboradores do projeto do live site, assim como para clientes e patrocinadores.

“Já havíamos neutralizado o CO2 emitido no evento e inclusive, recebemos o selo Evento Neutro, por reverter nossa emissão em investimento às ONGs que apoiam a preservação ambiental. Completamos o processo apostando nesta ação com a ONG TemQuemQueira, que tem como intenção difundir o trabalho deles e fazer com que se expandam em diversas cidades do país, ampliando o apoio aos que necessitam de inclusão social”, afirma Gaetano.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.