MILK SHAKE PORQUE O MELHOR É O DA PORTA DOS FUNDOS

0

Depois de 40 anos de sucesso, o Milk Shake de Ovomaltine do Bobs’s mudou de endereço – o que o dinheiro não faz….- e foi parar no McDonald’s como mais um item sem graça e sem apelo no cardápio da rede global de lanchonetes que consegue, impressionante, transformar tudo o que vende em algo  inodoro, sem sabor, sem sal e sem açúcar, exatamente como seus atendentes, todos robóticos. A fórmula de tão sem graça percorre o mundo. É um padrão.  Mas tem sempre a seu favor consumidores que saboreiam o marketing e estufam o peito para dizer que estão satisfeitos. Serão que estão? .Bem, as hienas nunca nos deixarão mentir e sorriem tanto quanto o palhaço Ronald McDonald com tudo aquilo que consomem. Vamos então à campanha, também sem graça tanto quanto as refeições que o McDonald’ s serve aos prezados clientes.

 

E se a campanha é sem graça. Tem sempre alguém para defendê-la: isto é garantia de emprego e não desejamos desempregar ninguém. Então, vamos encurtar caminho e publicar tudo o que dizem aqueles que buscam garantir seus ganhos com tais feitos:

“Nosso filme nada mais é do que um retrato do desejo dos nossos consumidores que por meio das redes sociais, há tempos, manifestavam o desejo de tomar um McShake Ovomaltine acompanhado dos clássicos hambúrgueres do McDonald’s”, explica Adriano Alarcon, diretor de Criação da DM9DDB.

“Em março, relançamos nossa plataforma de milk-shake e o resultado tem sido um verdadeiro sucesso. Com isso, decidimos ampliar a categoria e trazer um produto muito solicitado pelo nosso público. Com isso, posicionamos nossos McShakes ao lado de nossos grandes clássicos e o produto já é um sucesso”, complementa Roberto Gnypek, Vice-Presidente de Marketing do McDonald’s.

Como se pode perceber, caro consumidor, você é o culpado por este atentado ao paladar. Melhor se divertir com a Porta dos Fundos. Palhaçada sempre terá lugar no McDonald’s.Afinal, o Ronald McDonald nunca nos deixará mentir.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.