NAS ASAS DE DUMONT

0

Para fugir da divulgação convencional que envolve a venda de empreendimentos imobiliários, a construtora Hugo Peretti, tradicional empresa de Curitiba (PR), vislumbrou no trade marketing uma ferramenta inovadora para promover um de seus produtos, o Edifício Residencial Santos Dumont. “O trade marketing tem uso convencional no varejo, pois lá representa resultados efetivos por conta do estímulo imediato, do impulso na ponta da gôndola. Para o uso na construção civil, são necessárias adaptações ao mercado, ao estilo e ao comportamento do consumidor, por exemplo, criando eventos mais duradouros e com mais apelo social”, explica o diretor da Cross Marketing, Rodrigo Corrêa de Barros, empresa responsável pelo plano de marketing da construtora.
Quem passar pelo plantão de vendas do Edifício Santos Dumont, localizado no bairro Ecoville, na capital paranaense, poderá conhecer a melhor réplica já feita em todo o mundo do Demoiselle, aeronave projetada por Santos Dumont após o voo do 14 Bis. “A réplica está aberta a todos que se interessam pela história de Santos Dumont. A ideia é que todos possam ter acesso à ‘pequena moça’ (Demoiselle)”, comenta o diretor. Esta é a segunda etapa da campanha de divulgação criada pela Cross para o empreendimento. Recentemente, para a entrega do edifício, a construtora trouxe o sobrinho-bisneto de Santos Dumont, Marcos Villares Filho, que também inaugurou no local uma exposição inédita de fotos do aviador, a qual foi aberta ao público.
De acordo com o diretor, a construtora está bastante satisfeita com os resultados obtidos com a ação. Nos primeiros cinco dias de exposição, mais de mil pessoas passaram pelo local. “Gostamos de pensar que podemos fazer a divulgação para a construtora diferente de colocar meninas de capacete nas ruas, panfletando. O Decreto Lei 1.033 de 2007 prevê que temos que limpar a cidade que estava muito poluída e que já não tinha mais a estética do passado. O evento Demoiselle é uma alternativa que encontramos para divulgar o produto imobiliário de modo mais elegante, criativo e interativo”, diz Barros.
A associação da imagem de Santos Dumont ao edifício é outra estratégia adotada pela construtora que surtiu efeito positivo entre os consumidores. “As pessoas sentem orgulho em poder dar ao seu endereço a satisfação pelo nome que tem. Muitos moram em prédios com nomes que nem sabem o significado, com nomes de lugares no mundo onde nunca estiveram. Santos Dumont é o descobridor dos novos limites do homem moderno e é brasileiro. É nome sonoro, é nome valioso como valioso são os apartamentos do edifício” declara.
Adotar uma campanha ousada como esta é um indício da constante necessidade por adaptações ao mercado. Mesmo uma empresa consolidada como a Hugo Peretti, conhecida dos curitibanos há mais de 60 anos, precisa se adaptar à nova era. Rodrigo Corrêa de Barros comenta que os clientes da empresa mudaram: hoje são filhos dos tradicionais clientes das décadas passadas e exigem mudança e atualização. “Mesmo as pessoas que já passaram dos 50 anos têm uma postura moderna, ativa e mais curiosa. O marketing da Hugo Peretti é reflexo de seu posicionamento como empresa e empreendedora. Seus imóveis são modernos, contemporâneos, construídos com elevado padrão de qualidade”.

 

A exposição

Para trazer a réplica do Demoiselle, única no mundo confeccionada com os mesmos materiais utilizados por Santos Dumont e que conseguiu levantar voo, foram necessários seis meses de planejamento. Barros acredita que trazer até o empreendimento a melhor réplica do mundo do mais emblemático avião de todos os tempos é um presente para quem gosta de história e também de bons apartamentos. “É um evento para a família ver de perto um avião que poderia estar em um museu qualquer da Europa. Dá para fazer fotos ao lado da réplica, dá para mostrar aos filhos do que é capaz um brasileiro inspirado e genial. Vamos além do bom futebol e do carnaval bem organizado ou das novelas famosas em todo o mundo”.
A réplica do Demoiselle foi construída na ocasião da comemoração dos 100 anos do primeiro voo original, realizado em Paris por Santos Dumont, em 1907. O piloto e instrutor de voo paranaense Fábio Almeida foi o responsável pela execução do projeto, feito em seda japonesa, bambu, cordas de piano e uma estrutura metálica, tal como foi o Demoiselle de Dumont. Durante três anos, Almeida dedicou-se a este projeto sem saber qual seria o resultado final e se o objetivo – de colocar o Demoiselle para voar novamente – seria alcançado. A visitação é aberta ao público diariamente, das 10h às 17h, com entrada franca, até 29 de abril.
O diretor da construtora, Hugo Peretti Neto, conta que é um grande admirador de Dumont. Sua intenção, ao trazer a réplica do avião para o prédio que leva o nome do aviador, é a de “resgatar na memória nacional a lembrança de Santos Dumont, um dos mais importantes brasileiros de toda a humanidade”, ressalta Peretti. “Ele foi um brasileiro que superou europeus e americanos, mesmo com todas as dificuldades e o descrédito que poderia ter por conta de sua nacionalidade. Dumont foi um brasileiro que se sobressaiu e merece destaque”, completa.

 

Ficha técnica da Campanha:

Trabalho: Exposição Demoiselle
Título: Exposição Demoiselle. A libélula de Santos Dumont
Agência: Cross Marketing
Anunciante: Construtora Hugo Peretti
Direção de Criação e produção: Felipi Maciel
Redação: Rodrigo Barros
Direção de Arte: Fábio Mocelin
Produção Gráfica: Fábio Mocelin
Tratamento de Imagem: Fábio Souza e Marcelo Pupo
Mídia: Alana Maísa
Atendimento: Rodrigo Corrêa de Barros
Aprovação: Hugo Peretti Neto

 

SERVIÇO:

Exposição da Réplica do Avião Demoiselle, de Santos Dumont

Edifício Santos Dumont

DATA: até 29 de abril

Horário: Diariamente, das 10h às 17h. Entrada Franca.

Endereço: Rua Pedro Viriato Parigot de Souza, 2.579 – Ecoville – em frente ao plantão de vendas do edifício Santos Dumont.

Telefone: (41) 3285-8586

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP