Novidades nos celulares

0

Código de barras no celular

Já adotado por grandes companhias no exterior para promover seus produtos, o novo código de barras 2D chega à América Latina por meio da parceria firmada entre a EverMobile – líder no fornecimento de soluções para viabilização de Serviços Financeiros Móveis e a americana Scanbuy, provedora de uma solução exclusiva de acesso a conteúdos baseada em tecnologia de leitura ótica de códigos de barras e líder em seu segmento. Com esse aplicativo o celular se transforma em um leitor para “escanear” códigos de barras impressos em uma revista, embalagem, outdoor ou mesmo em um cartaz numa estação de metrô.

 

Para vivenciar essa nova experiência de convergência digital, o usuário só precisa fazer o download de um aplicativo, que poderá ser oferecido pelas operadoras de telefonia móvel. “Basta que o usuário aponte a câmera do celular na direção do código de barras de um determinado produto para que seja exibido no visor do aparelho o conteúdo associado a este código”, conta Sérgio Goldstein, diretor de desenvolvimento de negócios da EverMobile. “Podem ser associados vídeos, receitas de bolo, ringtones, ingressos de cinema, promoções ou o que mais as empresas contratantes desse serviço imaginarem para seu público-alvo”, complementa Goldstein.

 

A tecnologia só pode ser utilizada em dispositivos equipados com câmera – que hoje no Brasil atingem cerca de 15 milhões de usuários. “É possível fazer o download e receber o aplicativo no próprio celular. No futuro, o aplicativo poderá vir embarcado no equipamento”, diz Goldstein. Segundo o executivo, a Nokia já começou a produzir internacionalmente alguns modelos equipados com progra­mas com capacidade para decifrar o códi­go de barras.

 

Para Goldstein, o código 2D funciona desde 2003 no Japão e na Coréia do Sul, onde se popularizou. Mas já há cases de sucesso em outros países. No ano passado, por exemplo, algumas revistas francesas estamparam essa nova tecnologia em um anúncio do Audi modelo Q7. Ao digitalizar o código por meio da lente da câmera, os leitores assistiram a um vídeo que mostrava o veículo em movimento na tela do telefone.

 

Goldstein revela, ainda, que a novidade chega ao Brasil e a outros países da América Latina ainda neste ano. Segundo ele, a novidade despertou o interesse imediato das operadoras, uma vez que, hoje, apenas 8% de suas receitas provêm de serviços de dados, contra uma média internacional de 20%. “Já estamos negociando com operadoras de telefonia e já há empresas interessadas em tirar proveito do potencial do código 2D”, adianta.

São inúmeras as possibilidades para as empresas, que vão muito além da publicidade. Será possível, por exemplo, fazer pesquisa com clientes no ponto-­de-venda, reservar mesa em restaurante ou comprar bilhetes para o cinema. É um passo a mais na seara da interatividade. Além do Mobile Marketing, existe um enorme potencial para convergência desta solução com os Serviços Financeiros Móveis. Como exemplo, é possível integrar esta tecnologia a um aplicativo de Mobile Banking e eliminar a digitação no celular dos dados necessários para o pagamento de uma conta.

Para Jonathan Bulkeley, CEO da Scanbuy, o mercado latino-americano é extremamente estratégico para o posicionamento da empresa como líder global em seu segmento, pois oferece uma base de mais de 250 milhões de usuários de telefonia móvel e um enorme potencial de crescimento. “Nós escolhemos a EverMobile devido à comprovada experiência no desenvolvimento de soluções em plataformas wireless e ao amplo conhecimento do mercado, além do forte relacionamento com as operadoras latino-americanas”, comenta Bulkeley. “Esta parceria é fundamental para acelerar nossa expansão na região e consolidarmos a liderança da nossa tecnologia no cenário mundial”, complementa.

 

Tecnologia

O código 2D é suportado por uma plataforma de mídia, que permite a geração e a associação do mesmo a qualquer tipo de conteúdo. A empresa tem acesso ao sistema e desenvolve a comunicação no formato e onde quiser expor. Já o usuário utiliza o aplicativo como se fosse iniciar a câmera para tirar uma foto. Quando o consumidor passa a câmera por cima do código – como se fosse escaneá-lo – o aparelho reconhece a informação e faz a conexão com a rede de dados da operadora. A tecnologia pode ser utilizada por qualquer tipo de empresa.

 

Sobre a EverMobile

A EverMobile é uma provedora de soluções, produtos e serviços de valor adicionado para uma completa gama de tecnologias e dispositivos wireless. Formada por profissionais altamente capacitados a empresa é especializada em serviços financeiros móveis e soluções especiais de m-Business, que incluem Mobile Banking, Mobile Payments, Mobile Wallet e Mobile POS, Mobile Token, Mobile Aggegation, entre outras, para atender às demandas tecnológicas da indústria financeira, meios de pagamento,  telecomunicações e de diversos segmentos corporativos. O papel da EverMobile é ser o elo entre a cadeia de agentes que possibilita que o celular agregue todas as funcionalidades possíveis, integrando operadoras de telecomunicações, bancos, financiadoras, varejo e consumidores. Contando com o background tecnológico da EverSystems e de outros parceiros tecnológicos, a companhia tem forte know-how nas verticais  Financeira e Telecom.

 

Sobre a Scanbuy, Inc.

A Scanbuy (www.scanbuy.com) é uma fornecedora mundial de soluções móveis que proporciona aos seus clientes acesso a serviços de comércio eletrônico e mobile marketing de um jeito simples e intuitivo. A companhia lida com tecnologias e plataformas de serviço voltadas para fabricantes de handsets, fornecedores de serviços móveis, fornecedores de conteúdo e varejistas que estão aptos a uma rápida navegação a partir do handset para o mundo físico. A Scanbuy é amplamente reconhecida como líder na oferta de soluções em mercados emergentes que detêm grande potencial de crescimento no mercado sem fio. Fundada em Nova York, em março de 2000, a Scanbuy lidera o pioneirismo em mídia e e-commerce e possui um importante portfólio de propriedade intelectual com mais de 25 arquivos de patentes nos EUA e no mercado internacional desde 2001.A Scanbuy faz parte da lista da Fortune como “25 Breakout Companies” e “Top 100 Companies na América do Norte”, na publicação Red Herring, em 2006. Entre seus investidores estão empresas como Longworth Venture Partners, Masthead Venture Partners e Hudson Ventures. 

Turma da Mônica brinca nos celulares

Turma da Mônica com o produto “História em Quadrões” chega ao celular por meio de imagens e, em breve, jogo. A iniciativa é da AndinaTech, empresa que tem suas operações voltadas para a distribuição de conteúdos para celular, dirigida, no Brasil, pelo executivo Bruno Zani. O “História em Quadrões” são imagens que trazem uma representação de obras-primas da pintura clássica utilizando personagens da Turma da Mônica, criada por Mauricio de Sousa. A AndinaTech também está desenvolvendo um jogo de memória com o mesmo conteúdo.

 

A novidade permite aos usuários de telefonia móvel a possibilidade de fazer download de imagens que trazem, por exemplo, a Mônica (como Monicalisa) no papel da eterna Monalisa de Leonardo da Vinci. Segundo Bruno Zani, sócio e VP de Marketing da AndinaTech, o “História em Quadrões” reforça um dos conceitos da empresa que é o “Conteúdo com Conteúdo”. “Por meio dos personagens da Turma da Mônica, consagrados pelo público brasileiro, conseguimos levar informação cultural com entretenimento”, avalia o executivo.

 

De acordo com Zani, o jogo de memória que está sendo desenvolvido também reforçará esse conceito. O gamer terá que formar a dupla entre as imagens do “História em Quadrões e os pintores originais de cada uma. As imagens da Turma da Mônica, licenciadas à AndinaTech, estão disponíveis para download em celulares do Brasil.

 

Sobre a AndinaTech

 

AndinaTech é uma empresa de desenvolvimento e distribuição de jogos, imagens e aplicativos para celular. Fundada em 2000, já está presente em quatro países:; Brasil, Chile, Argentina e Uruguai R11; e prevê entrar no mercado peruano ainda este ano. Com um portfolio competitivo, a empresa conta com mais de 2 mil jogos e 4 mil imagens.

 

Sua atuação em todos os países é norteada pelo investimento emtrês elementos principais: Conteúdo, Canais de Distribuição e Tecnologia. Após conquistar a liderança do mercado chileno, a AndinaTech investe nesse “tripé estratégico” para crescer no setor brasileiro e começa a ditar as regras para um mercado relativamente novo e que, ao mesmo tempo, se organiza de forma muito rápida.

 

Líder em licenças brasileiras e ciente da importância de conteúdos R20;brandedR21;, a empresa ocupa um espaço diferenciado nas operadoras à medida que é a pioneira em publicar jogos e imagens com marcas de forte reconhecimento local. Um dos principais conceitos da AndinaTech é “Conteúdo com Conteúdo”, ou seja, oferecer, além de entretenimento, informação.

 

Dirigida por brasileiros, seus principais diretores são profissionais das áreas de Consultoria (Mc Kinsey Consulting e ONU); Marketing (Unilever, PepsiCo, Johnson & Johnson e Natura); agências de Publicidade; Televisão e Atendimento ao Cliente. No Brasil, a AndinaTech iniciou suas operações estratégicas em 2004.

 

Sua história no Chile é vitoriosa, sendo a responsável pelo portal marca branca de jogos de uma grande operadora de telefonia móvel. “Daí a importância de replicarmos o nosso case de sucesso¨, diz Bruno Zani, sócio e VP de Marketing da empresa.

 

Sobre a “História em Quadrões”

 

Um dos maiores sucessos brasileiros nos últimos anos, a exposição História em Quadrões levou quase um milhão de pessoas a museus de oito capitais. E agora que continua “rodando” pelo País.

 

São 49 quadros e uma escultura com os personagens de Mauricio de Sousa homenageando obras consagradas mundialmente, como a Monalisa, de Leonardo Da Vinci, e O Pensador, de Auguste Rodin. Sempre respeitando os estilos e passando informações dos autores originais, mas com aquele toque especial da Turma da Mônica.

 

Entre os pintores homenageados estão ainda Sandro Botticelli, Michelangelo, os brasileiros Di Cavalcanti e Cândido Portinari, entre outros.


 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP