O que é isso, princesa?

0

Carlos Franco

Não há dúvidas. O Brasil é mesmo um país de contrastes gritantes. O colunista Bruno Astuto, do jornal carioca O DIA, informa que a bela Grazzi Massafera, que conquistou o país por sua simplicidade ao participar da sexta edição do Big Brother Brasil e que tem dado duro para interpretar, com o mínimo de inteligência, personagens em novelas da TV Globo (é a Florinda de Desejo Proibido), usará na Marques de Sapucaí, a passarela do samba, um vestido de R$ 800 mil.

Tudo bem que é jogada de marketing. O vestido de ouro criado pelo estilista Victor Dzenk é peça de divulgação da mineradora Anglogold Ashaaanti. Mas, vamos combinar, é um pouco demais. Pior: não tem nada a ver com o espírito do carnaval, ocasião em que o pobre vira rei e enche de alegria as passarelas.

Esse é o tipo de marketing de mau gosto, especialmente num país em que a cifra corresponderia a bem mais de 10 anos de trabalho ao valor atual do salário mínimo, incluindo férias e décimo terceiro. E é essa gente do salário mínimo que dá o tom da Grande Rio, escola pela qual Grazzi desfila, na avenida. Gente simples de Caxias e arredores, que, no samba e no gogó, empresta brilho à escola, bem mais reluzente que o ouro da mineradora.

E nem adianta alguém vir usar a frase que o jornalista Elio Gaspari enfiou na boca de Joãozinho Trinta (segundo seu amigo, Mario Sergio Conti no livro “Notícias do Planalto”), de que intelectual adora miséria, pobre gosta é de luxo. Esse tipo de estratégia de marketing é coisa de pobre de espírito, que sequer entende as origens do carnaval e respeita o andar debaixo, onde vive e reina a patuléia e a riqueza cultural do carnaval.

A notícia, dada por uma coluna de jornal carioca, é mais um reflexo de que vale tudo para ganhar espaço gratuito na mídia. Depois que várias empresas decidiram apertar verbas de marketing – é uma concorrência atrás da outra buscando agências que prometem entregar mais por menos – parece que a velha e a boa propaganda começa a andar de lado e soluções como esta tendem a virar regra.
Tudo bem que no mundo da moda a fórmula seja mais simples : basta chamar a Gisele Bündchen e garantir mídia gratuita, mas isso se justifica até porque muitas grifes não teriam mesmo como bancar custos de campanhas publicitárias que comprometeriam totalmente o seu faturamento. Mas uma mineradora? Será que a Anglogold Ashanti não tem dinheiro para fazer publicidade como se deve? Está assim tão mal das pernas para recorrer a este tipo de expediente?

E Grazzi? A pobre princesa terá de carregar 7 quilos de ouro no corpo em forma de vestido e ainda mostrar que tem samba no pé. No país dos contrastes gritantes, isso soa mal, muito mal. Mas os”gênios” do marketing não estão nem aí. Começam, desde já, a contabilizar o espaço gratuito que isso vai gerar na mídia e, não duvidem, até este texto – alertando para a pobreza das idéias e a sua desconexão com o carnaval – corre o risco de engrossar o clipping. E serve de argumento para marqueteiros de plantão demonstrarem como estavam certos. Podem até dizer que os cães ladram e a caravana passa. Mas esse é sem dúvida nenhuma, apesar de tanto ouro, uma caravana de mal gosto, de aberração. Prefiro mesmo latir e até ser chamado de cão raivoso, mas não deixar passar em branco esse tipo de estratégia que só empobrece o que chamamos de marketing.


 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP