ONG Banco de Alimentos realiza Mutirão

0

No primeiro fim de semana de outubro, dias 6 e 7, os clientes dos 12 supermercados da Rede Sonda, em São Paulo, poderão participar de uma grande ação social em benefício de 23 mil pessoas assistidas pela ONG Banco de Alimentos: o Mutirão de Arrecadação Alimentos. Parceiros há três anos na luta contra a fome e o desperdício, a ONG Banco de Alimentos e o Sonda Supermercados uniram esforços para empreender uma ação que mobilizará 900 voluntários para a coleta dentro dos supermercados da Rede Sonda. A expectativa é superar a marca de arrecadação de 2006, quando foram doadas 12 mil toneladas. No sábado, a arrecadação acontece das 9 horas às 20 horas e, no domingo, das 9 horas às 12h30.
 
Com a orientação dos voluntários, que vão distribuir panfletos e sacolas plásticas, os clientes Sonda serão incentivados a doar produtos como leite em pó, farinha láctea, enlatados (milho, ervilha e seleta de legumes), lentilha, óleo, mel (embalagem plástica) e farináceos (trigo, mandioca e milho). Toda a arrecadação será destinada às 23 mil pessoas atendidas pelas entidades assistidas regularmente pelo Banco de Alimentos e mais 15 entidades sugeridas por parceiros. Além do benefício direto, a ação está em linha com os objetivos do Banco, de envolver a sociedade e de provocar uma mudança de cultura em relação ao problema da fome no Brasil.

O Banco aplicará na ação o mesmo know-how utilizado para arrecadar os 2.493.088,29 quilos de alimentos (de 1999 a julho de 2007) doados por grandes, médias, pequenas e microempresas, além de sacolões, hortifrutis, mercados municipais, fabricantes e distribuidores — os quais são encaminhados, anualmente, para pessoas sob risco alimentar. O Mutirão de Arrecadação de Alimentos contará com o apoio de voluntários das empresas e instituições: Logística Center, Instituto GM, FUTURONG, Ticket Accor, Instituto Accor, Thyssen Krupp Molas, Vida Sustentável e UPS do Brasil. 
 
Proposta inovadora
Com o conceito de colheita urbana, o Banco de Alimentos transforma o alimento desperdiçado em matéria-prima para o trabalho desenvolvido pela ONG, com base em uma distribuição eficaz de alimentos fornecidos por empresas doadoras entre as instituições cadastradas. O Banco de Alimentos busca onde sobra e entrega onde falta. A ONG realiza o recolhimento do excedente de comercialização, ou seja, o que não foi vendido por algum motivo (quebra de produção, quebra da demanda, lotes para controle de qualidade, superprodução, padrões fora do mercado, etc.), próprios para o consumo e que teria o lixo como destino. Dessa forma, com uma logística exemplar, toneladas de alimentos são recolhidas de empresas doadoras e chegam à mesa de 22 mil pessoas. Entre os doadores do Banco de Alimentos estão grandes, médias, pequenas e microempresas, bem como sacolões, hortifrutis, mercados municipais, fabricantes e distribuidores.
 
Desperdício X fome no Brasil
Diariamente, os brasileiros desperdiçam 39 milhões de quilos de alimentos, o que seria o suficiente para alimentar 19 milhões de pessoas por dia. Para se ter uma idéia do desperdício, de cada 100 caixas produzidas no campo, apenas 39 chegam à mesa do consumidor. Além disso, 60% do lixo da cidade de São Paulo é orgânico, ou seja, formado por restos de alimentos. Os supermercados desperdiçam alimentos que equivalem a 2,52% do faturamento do setor, cerca de R$ 2 bilhões anuais.
 
Ao combatermos o desperdício, lutamos contra a desnutrição, especialmente infantil. A falta de alimentos traz seqüelas graves como o crescimento inadequado, a diminuição da resistência a infecções e até problemas neurológicos. A criança desnutrida tem dificuldade de concentração, o que reduz a sua capacidade de aprendizagem. De acordo com dados do IPEA, 53 milhões de brasileiros estão na linha de pobreza; além disso, 30% das crianças brasileiras são desnutridas. Em paralelo a esses índices, o nível de desperdício continua grande — 61% da produção agrícola do Brasil é desperdiçada, sendo 20% no plantio e colheita, 8% no transporte e armazenamento, 15% na indústria, 1% no varejo e 17% pelo consumidor.

 
A segunda frente do trabalho da ONG Banco de Alimentos é a educação nutricional e profilática, promovida por meio workshops, palestras, treinamentos e oficinas culinárias. Com o objetivo de ensinar como manipular, armazenar e aproveitar integralmente os alimentos, o treinamento é baseado em abordagens teóricas e práticas com noções básicas de alimentação e nutrição para entidades carentes. Há também o acompanhamento individual, destinado a instituições, para auxiliar a montagem de um cardápio equilibrado. A parceria firmada em 2000 com o Centro Universitário São Camilo, por exemplo, tem contribuído para aperfeiçoar o trabalho, uma vez que universitários do curso de Nutrição realizam treinamentos e acompanhamentos nas instituições atendidas. Essa parceria também gera trabalhos científicos e estatísticos sobre desnutrição, subdesnutrição, obesidade por desnutrição, etc.Para saber mais sobre os trabalhos e ações:
www.bancodealimentos.org.br<http://www.bancodealimentos.org.br/
 

A ONG Banco de Alimentos apóia do LEVANTE-SE E FAÇA SUA PARTE (www.levante-se.org.br), uma convocação mundial para agir contra a pobreza e em prol dos objetivos de desenvolvimento do milênio — iniciativa da Campanha do Milênio, conduzida pela Organização das Nações Unidas e Chamada Global para Ação contra a Pobreza.

 

2º MUTIRÃO DE ARRECADAÇÃO DE ALIMENTOS

DATA: 6 e 7 de outubro

HORÁRIO: sábado (das 9 horas às 20 horas) e domingo (das 9 horas às 12h30)

LOCAIS: ABC Av. Pereira Barreto, 1.500 – São Bernardo do Campo); Água Branca (Av. Francisco Matarazzo, 892); Cidade Dutra (Av. Senador Teotônio Vilela, 1.433); Itaim Paulista (Av. Marechal Tito, 7.579 ); Jaçanã (Rua Benjamim Pereira, 265); Parque da Mooca (Rua João Padilla, 127); Santo Amaro (Rua Borba Gato, 59 – Shopping Boa Vista); Tatuapé (Rua Apucarana, 1.000 ); Tremembé (Av. Maria Amália Lopes de Azevedo, 1.251); Vila São José (Av. Senador Teotônio Vilela, 5.800); Penha (Rua: Dr.João Ribeiro, 304) e Itaberaba (Av. Itaberaba, 1.853).

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP