PETROBRAS EXPANDE PRODUÇÃO EM 2015

0

No ano passado, a produção de petróleo realizada pela Petrobras no Brasil superou a meta fixada para o período de acordo com o Plano de Negócios e Gestão da Companhia pela primeira vez nos últimos 13 anos. A marca de 2,128 milhões de barris por dia (bpd) atingida no período representa alta de 4,6% diante do resultado do ano anterior e 0,15% acima dos 2,125 milhões previstos no plano de negócios da companhia.
A média anual da produção operada na camada pré-sal em 2015 também foi a maior da história da companhia, atingindo uma média de 767 mil barris por dia, superando a produção de 2014 em 56%.
Se considerada também a extração de gás natural, que cresceu 9,8% diante do ano anterior, a produção total chega a 2,6 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) – 5,5% maior que os 2,46 milhões boed de 2014.
Para o presidente da Petrobras, Aldemir Bendine, “o resultado é importante por demonstrar a grande capacidade operacional da empresa, mesmo em um cenário global adverso para o setor de óleo e gás, e por reiterar, diante do mercado, a previsibilidade e a transparência dos rumos da companhia”.
Bendine destaca que “o resultado reforça a convicção pelo caminho de priorizar os investimentos com capacidade efetiva de gerar resultado para a companhia, com prioridade absoluta para os projetos de exploração e produção”.
O rápido crescimento da produção da plataforma P-58, que opera no complexo do Parque das Baleias, na porção capixaba da Bacia de Campos, e do FPSO Cidade de Mangaratiba, no pré-sal da Bacia de Santos, foram alguns dos principais destaques na expansão da produção no ano passado. Além destes, houve a antecipação – de novembro para julho – do início da operação do FPSO Cidade de Itaguaí, na Bacia de Santos.
“Temos consolidado nossa excelência na exploração em águas profundas e ultraprofundas. Em 2015, conseguimos conciliar o avanço tecnológico com a redução dos nossos custos operacionais, o que nos levou à marca de custo de extração de oito dólares por barril nos campos do pré-sal no terceiro trimestre”, avalia Solange Guedes, diretora de Exploração e Produção da Petrobras.
O desempenho satisfatório das demais frentes de produção também teve papel decisivo no atingimento da meta de 2015. No ano passado, a produção do campo de Marlim, na Bacia de Campos, se estabilizou acima dos 200 mil bpd, e o Campo de Roncador chegou ao seu pico ao superar a barreira dos 400 mil bpd.
Produção de óleo e gás no exterior em 2015
No exterior, a produção média de petróleo em 2015 foi de 99 mil bpd, 14,4% abaixo dos 116 mil bpd no ano anterior. Essa redução ocorreu, principalmente, em função da conclusão da venda de ativos na Colômbia e no Peru, ainda em 2014, e na Argentina, em março de 2015. Estas operações tiveram seus efeitos parcialmente compensados pela entrada em produção dos campos de Saint Malo (dezembro/2014) e Lucius (janeiro/2015), nos Estados Unidos.
Já a produção média de gás natural no exterior ficou em 15,4 milhões m³/d – 3,1% abaixo dos 15,9 milhões m³/d de 2014. No período, foram concluídas as transferências de unidades no Peru e na Argentina e houve entrada em operação do campo de Hadrian South, em março de 2015, nos Estados Unidos, e dos novos poços em Rio Neuquén, na Argentina. Com isso, foram 190 mil boed – 9,4% menos que os 209 mil boed de 2014 no exterior.
Consolidando as produções no Brasil e exterior, a companhia também alcançou dois novos recordes históricos: a produção total de petróleo da Petrobras em 2015 foi de 2,23 milhões bpd, 3,6% superior à de 2014 (2,15 milhões bpd), enquanto a produção total de óleo e gás foi de 2,79 milhões boed, um crescimento de 4,3% frente à do ano anterior (2,67 milhões boed).
Produção de óleo e gás em dezembro
A produção média de petróleo no Brasil em dezembro de 2015 foi de 2,18 bpd – 5,2% acima do mês anterior. Já para o gás, a alta foi de 6,9%, chegando a 76,7 milhões m³/dia. A produção de petróleo e gás natural da Petrobras no Brasil, em dezembro, foi de 2,66 milhões boed, ou 5,5% maior do que a registrada em novembro (2,52 milhões boed).
A produção de petróleo operada pela Petrobras na camada pré-sal, em dezembro, alcançou o novo recorde mensal de 874 mil bpd, com crescimento de 6,6% em relação à produção de novembro, que foi de 820 mil bpd.
Já a produção de petróleo e gás natural operada na camada pré-sal se manteve acima do patamar de 1 milhão de boed e também representa um recorde mensal, atingindo 1,090 milhão boed, volume 6,6% superior a novembro (1,023 milhão boed).
No exterior, a produção média de petróleo em dezembro foi de 96 mil bpd, em linha com o volume produzido no mês anterior.
A produção média de gás natural foi de 16,2 milhões m³/d, 1,4% acima dos 16,0 milhões m³/d no mês anterior, principalmente em decorrência da maior produção em Punta Rosada, no campo de Rio Neuquén, na Argentina.
Com isso, no mês de dezembro foram produzidos, no exterior, 192 mil boed, 1,0% acima dos 190 mil boed no mês de novembro.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP