PEUGEOT 208: DE SP A BRASÍLIA COM UM TANQUE DE COMBUSTÍVEL

0

Para comprovar o baixíssimo consumo de combustível do Novo PEUGEOT 208 equipado com o motor Puretech 1.2l de 90 cavalos de potência, a marca submeteu o hatch a uma prova desafiadora: percorrer 1.000 quilômetros, entre São Paulo e Brasília, com apenas um tanque de combustível. Após concluir o trajeto em 14 horas, o hatch, abastecido com gasolina, manteve um consumo excelente, acima dos 20 km/l em velocidade média de 85 km/h. Quando chegou ao Congresso Nacional ainda restavam 200 km de autonomia, comprovando a eficiência do novo motor do PEUGEOT 208. Todos os índices registrados no teste foram acompanhados pelo Instituto Mauá, que participou da viagem a fim de certificar que tudo foi realizado dentro de condições normais de rodagem.

Inmetro

Recém-lançado no país, o Novo PEUGEOT 208 tem inúmeros atributos para se sobressair entre os compactos, como o visual marcante, a ampla lista de equipamentos de série e o PEUGEOT i-Cockpit® – um conceito inovador e único no segmento. E, com a adoção do novo motor Puretech 1.2l de três cilindros, o modelo conta com mais um diferencial no mercado: o título de carro nacional mais econômico do Brasil.

O Novo PEUGEOT 208 destacou-se na mais recente lista do Programa de Etiquetagem Veicular divulgada pelo Inmetro – Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia – que leva em conta o consumo dos veículos que fazem parte do programa de etiquetagem. Ao registrar médias de 10,9 km/l (cidade) e 11,7 km/l (estrada) quando abastecido com etanol, 15,1km/l (cidade) e 16,9Km/l (estrada) rodando com gasolina, o compacto conquistou lugar no topo do ranking, posicionando-se no mesmo patamar de veículos híbridos (importados e muito mais caros).

O Programa Brasileiro de Etiquetagem Veicular (PBEV), coordenado pelo Inmetro, chega ao seu oitavo ciclo com uma participação recorde (795 modelos e versões) desde sua criação, em 2008 – agora, todas as montadoras e importadoras já aderiram e, com isso, 90% dos carros comercializados no país trazem a informação de eficiência de consumo e emissão de gases, tanto de poluentes quanto de efeito estufa (CO2).

Seguindo a nova metodologia do Inmetro, o PEUGEOT 208 recebeu, nas três motorizações disponíveis (1,2, 1,6 e 1,6 Turbo) a letra “A”, que indica a melhor eficiência e o mais baixo consumo de combustível e emissões de poluentes.

 

Novo motor Puretech 1.2 de três cilindros: o mais econômico do Brasil

A linha 2017 do PEUGEOT 208 inaugura na América Latina o novíssimo Puretech 1.2l Flex de três cilindros, que já chegou sendo o mais econômico do Brasil, substituindo o atual 1.5l com inúmeras vantagens:

ü  Arquitetura de 3 cilindros permite dimensões compactas e peso reduzido;

ü  Redução de perdas mecânicas por atrito:

  • Uso de materiais de baixa fricção nos pistões (DLC) e de tecnologias adaptadas, como bomba de óleo com fluxo variável ou correia de distribuição banhada em óleo;
  • Dimensionamento otimizado de cada componente.

ü  Tecnologia de combustão adaptada (otimização das propriedades aerodinâmicas da câmara, ajuste variável da admissão e escape, cabeça do cilindro com 4 válvulas por cilindro);

ü  Injeção de combustível com aquecimento no bico injetor, dispensando a utilização do tanque auxiliar de partida a frio;

ü  Sistema GSI, que indica ao condutor o melhor momento da mudança de marchas, visando a condição mais econômica de quanto ao consumo de combustível. Uma seta indicadora localizada no painel de instrumentos mostrará o melhor momento de o condutor mudar para a marcha superior ou inferior.

 

Assim, o Puretech 1.2l apresenta o mais baixo consumo de combustível entre todos os propulsores de 3 cilindros do mercado brasileiro, sem comprometer a performance e prazer de condução. Ele é até 37% mais econômico na cidade em relação ao 1.5l de 4 cilindros, 25% mais eficiente em média quando comparado aos concorrentes em uso urbano e em torno de 15% no rodoviário.

 

O novo motor produz 90 cv de potência máxima a 5.750 rpm, utilizando etanol (127 Nm de torque a 2.750 rpm) e, com gasolina, até 84 cv de potência máxima e 120 Nm de torque, nas mesmas rotações.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP