Quinta edição do Portfólio

0

De 21 de outubro a 25 de novembro, o Itaú Cultural apresenta a quinta edição do Portfólio, que volta a ter a curadoria do jornalista e fotógrafo Eder Chiodetto – responsável pelas mostras de 2006. A exposição traz o trabalho do paraense Alexandre Sequeira, numa espécie de pacto com a memória e a história dos moradores de Nazaré do Mocajuba, uma vila do Pará, perdida no tempo e no espaço. O artista reproduziu as imagens deles, em tamanho real, nos tecidos que permearam as suas vidas – fazendo às vezes de porta, toalha de mesa, lençol, rede.

“As questões mais centrais da arte em geral e da fotografia em particular, sobretudo na pesquisa de campo, tratam de como representar o outro deixando que ele se comunique sem a imposição da câmera ou simplesmente pelo olhar do fotógrafo”, observa Chiodetto. “Escolhi a obra de Alexandre Sequeira porque ela traz essa solução poética, em uma espécie de comunhão entre arte e antropologia”.

São 10 fotografias, cujos suportes são cortinas, lençóis e um mosquiteiro entre outros. A mostra também traz uma tela de cristal líquido para a exibição de um slide-show de imagens que revelam a paisagem da vila e o cotidiano de seus habitantes. A trilha sonora é composta por 36 horas de fragmentos sonoros captados pelo fotógrafo na localidade – sussurros e comentários, o canto do galo, o som do motor da barca, da água do rio, dos pássaros e das folhas. As imagens são acompanhadas de um conto inédito da escritora carioca Bruna Beber, indicada pelo escritor Nelson de Oliveira para escrever o texto tendo como inspiração esse trabalho.

O fotógrafo conheceu há 10 anos a pequena vila com cerca de 200 habitantes, a 150 quilômetros de Belém, à beira do rio Mocajuba. Luz e televisão chegaram lá somente neste milênio, o que deu à localidade o ar nostálgico de uma geografia congelada no tempo. Desde então, ele tem fotografado sistematicamente o lugar e seus habitantes até chegar a essa solução artística. O caminho para esse trabalho foi aberto pelo pedido de uma moradora que precisava de um retrato seu para um documento. “A partir desse momento veio uma avalanche de pedidos dessas pessoas, que raramente se viram em um registro fotográfico”, conta Alexandre transformado no retratista da vila.

“As pessoas pediam para serem fotografadas ou vinham me mostrar fotos antigas, que eu levava a Belém para serem restauradas”, recorda ele contando que depois pendurava as imagens em varais em uma das duas ruas de terra do vilarejo. Criou-se intimidade entre retratados e retratista e as portas de suas casas foram abertas. Desse modo, ele pôde observar as cortinas de tecidos velhos, desgastados e esgarçados, que faziam o papel de porta, e as imagens que tremulavam nelas com a passagem das pessoas na contraluz.

“Resolvi fotografá-las e fazer a ampliação em tamanho real transpondo as imagens para fotolitos e trabalhando a reprodução em serigrafia”, conta. Os primeiros a verem o resultado foram os próprios moradores. “Nunca imaginei que minha cortina fosse tão parecida comigo”, exclamou dona Benedita ao ver-se retratada no antigo tecido de sua casa.

“Mais que atestar a presença das pessoas em um determinado lugar, as peças reapresentam, entre estampas, manchas acumuladas e a serigrafia sobreposta, delicadas tramas que falam de identidade e memória, esta última indelevelmente associada ao tempo”, analisa Chiodetto. Ele descobriu esse trabalho em fevereiro, quando foi a Belém para acompanhar a mostra do Portfólio Itinerante com 25 auto-retratos do artista manauara radicado no Recife Rodrigo Braga. Na ocasião, o curador permaneceu na cidade para fazer a leitura de portfólios de artistas locais, com a orientação do núcleo de artes visuais do Itaú Cultural para que o selecionado tivesse a sua obra exposta na instituição na capital paulista.

Portfólio
O projeto Portfolio é uma reedição do bem-sucedido Mezanino de Fotografia, realizado durante dois anos no Itaú Cultural. A idéia amadureceu e o projeto ganhou um espaço maior, mais amplo e com mais visibilidade, passando do segundo mezanino para o piso térreo da instituição e também começando a itinerar. Em 2006, as exposições tiveram curadoria de Eder Chiodetto. Ele escolheu os jovens artistas Helga Stein e Rodrigo Braga, que expuseram trabalhos com o tema “auto-retrato”. Seguindo o padrão de itinerar como as fotografias por outras cidades do país – no ano passado, a mostra de Rodrigo Braga também foi apreciada em Belém, no Pará -, e, em maio, a exposição de 94 fotografias da série Andros Hertz, de Helga Stein, foi vista em Natal, no Rio Grande do Norte. Neste ano, as mostras foram do colombiano Daniel Santiago e do coletivo Cia de Foto, com curadoria de Eduardo Brandão.

O curador de fotografia
Ede Chiodetto é jornalista, fotógrafo e curador de fotografia do Museu de Arte Moderna de São Paulo. Trabalhou 13 anos no jornal Folha de S.Paulo, onde exerceu a função de editor de fotografia. É autor do livro O Lugar do Escritor (CosacNaify, 2003), um dos vencedores do Prêmio Jabuti de 2004. No mesmo ano realizou, em parceria com a arquiteta Marta Bogéa, a curadoria da exposição Derivas, na Galeria Vermelho. Em 2005 idealizou e organizou o ciclo de palestras FotoPalavra, no Itaú Cultural, ao qual se seguiu o lançamento da coleção de livros Fotoportátil (CosacNaify), sob sua coordenação editorial. Em fevereiro de 2006 realizou a curadoria da mostra Veracidade, no Museu de Arte Moderna de São Paulo.

O curador do texto
Nelson de Oliveira nasceu em 1966, em Guairá, São Paulo. Escritor e doutorando em letras pela Universidade de São Paulo, publicou os livros de contos O Filho do Crucificado (2001, também lançado no México) e Algum Lugar em Parte Alguma (2006), o romance A Maldição do Macho (2002, publicado também em Portugal) e o volume de ensaios Verdades Provisórias (2003), entre outros. Em 2001 organizou a antologia Geração 90: Manuscritos de Computador e, em 2003, Geração 90: os Transgressores, com os melhores prosadores brasileiros surgidos no fim do século XX. Dos prêmios que recebeu destacam-se o Casa de las Américas (1995), o da Fundação Cultural da Bahia (1996) e duas vezes o da APCA (2001 e 2003).

A autora do conto
Bruna Beber tem 23 anos, é carioca e vive em São Paulo há dois meses. Formou-se em comunicação social (publicidade) em 2005. Trabalha no departamento de internet (websurfing) de uma agência de marketing de guerrilha. Publicou em 2006 seu livro de estréia, A Fila sem Fim dos Demônios Descontentes (poemas), pela editora 7 Letras. Colaborou com diversos sites e revistas impressas de literatura, poesia, música e internet: Portal Literal, Paralelos (revista virtual e blog), Bala, Escritoras Suicidas, A Máquina do Mundo, Latin.Log, Capricho e Entrelivros. Já teve seus poemas publicados na Alemanha e no México. Edita o blog Bife Sujo (
http://badtrip.com.br/bifesujo/) e o poetrycast Mike.


 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP