SHOÁ

0

Com o objetivo de informar e educar o público sobre questões de tolerância, coexistência e direitos humanos, a mostra interativa “Shoá, Reflexões por um mundo mais tolerante” chega ao SESC Pompeia, a partir dessa sexta, 28 de maio. Trazendo como tema central o Holocausto ocorrido na Segunda Guerra Mundial, a exposição internacional abordará os diversos “Holocaustos” que ocorreram e ainda ocorrem na história da humanidade.

De acordo com Miriam Vasserman, organizadora e coordenadora da mostra, o conceito criativo desenvolvido pela agência Young & Rubicam, uma das apoiadoras da exposição, sintetiza a proposta da exposição.  “A educação é o melhor caminho para o combate à intolerância e discriminação. Shoá, o holocausto judaico, maior mancha negra na história da humanidade, deve ser contada e recontada para evitar que novos holocaustos de qualquer tipo aconteçam. Essa exposição tem o intuito de educar através da reflexão”, acrescenta.

“A campanha mostra alguns dos horrores do Holocausto para ilustrar que só a partir do conhecimento dos fatos é que se pode impedir que outras tragédias ocorram”, comentar Marco Versolato, vice-presidente de criação da Y&R. Com o mote “Conhecer a história é a melhor maneira de ela não acontecer de novo”, a comunicação contempla filme para TV e Cinema, anúncios impressos (jornais e revistas), spot de rádio e materiais de divulgação como cartazes e folhetos. As produtoras 02 Filmes e Tentáculo (áudio) também são voluntários do projeto.

O filme “Relato”, dirigido por Dinara Toffoli, diretora de cena da produtora 02 Filmes, mostra várias pessoas, nos dias de hoje, comentando passagens da tragédia como se elas tivessem vivido os horrores do Holocausto.   O desfecho fica por conta do letreiro “A história sobreviveu. Veja uma vez. Não veja nunca mais”.  No spot “Conselhos”, produzido pela Tentáculo, o locutor relata alguns conselhos que poderiam ter dado um novo desfecho à algumas das passagens marcantes da história, na vida real ou fictícia.  Caso do Comandante do Titanic – “Cuidado com os icebergs”; de Romeu, da Julieta – “Não tome o veneno”; ou para o 5º Beatle – “Continue na banda”. Ao final, o alerta: “Quando você já conhece a história, fica mais fácil evitar que ela se repita”.

Para evidenciar o caráter reflexivo da mostra projetada e concebida por três jovens uruguaios, Patricia Catz, Samuel Dresel e Uri Lichtenstein, a campanha impressa vai direto ao ponto. O primeiro anúncio compara o total de seguidores no twitter de duas pessoas que ficaram mundialmente conhecidas por razões opostas. Surpreendentemente, Gandhi tem um número menor em relação ao ditador alemão Hitler, responsável por uma das maiores tragédias da humanidade.  Na assinatura, o alerta: “todo cuidado é pouco”. Já a segunda peça, intitulada “Uma exposição às avessas: quanto mais gente vier, menor a chance dela acontecer de novo” é ilustrada por imagens sobre o Holocausto judaico.

Além da Exposição, que ocupará os 600m² do Galpão, a mostra também terá uma programação paralela, com simpósios, palestras e exibição de filmes sobre o tema. A mostra ‘Shoá – Reflexões por um mundo mais tolerante’ fica no SESC Pompeia de 28 de maio a 4 de julho, com entrada gratuita. Mais informações www.mostrashoa.com.br
 
A criação é de João Paz e Fabio Tedeschi,  com direção de criação de Marco Versolato, Alexandre Vilela (Xã) e Felipe Gall.


Mais sobre a mostra  “Shoá, Reflexões por um mundo mais tolerante”


O SESC Pompeia apresenta, a partir do dia 28 de maio, a mostra interativa Shoá – Reflexões por um mundo mais tolerante. Trazendo como tema central o Holocausto ocorrido na Segunda Guerra Mundial, e ocupando os 600 m² do Galpão da unidade, a exposição apresentará até o dia 04 de julho os diversos “Holocaustos” que ocorreram e ainda ocorrem na história da humanidade.  O idealizador da itinerância do projeto no Brasil, e um dos seus organizadores, é o empresário William Rozenbaum Trosman, que ao visitar a exposição “Shoá, Memória e Legado do Holocausto” ocorrida em Montevidéu durante o ano de 2008 resolveu trazê-la para o Brasil. 

Projetada e concebida por três jovens uruguaios, Patricia Catz, Samuel Dresel e Uri Lichtenstein, a mostra teve seu ponto de partida em Montevidéu para a implantação deste projeto no Brasil. No Uruguai a exposição levou dois anos para ser preparada e envolveu mais de 150 pessoas, em sua maioria voluntários. Desde a sua concepção a ideia era viajar com a mostra. De acordo com Miriam Vasserman, organizadora e coordenadora da mostra, “a educação é o melhor caminho para o combate à intolerância e discriminação. Shoá, o holocausto judaico, maior mancha negra na história da humanidade, deve ser contada e recontada para evitar que novos holocaustos de qualquer tipo aconteçam. Essa exposição tem o intuito de educar através da reflexão”. 

No Brasil a mostra conta com a produção cultural de Ana Helena Curti e a curadoria do Prof. Fabio Magalhães. A mostra está estruturada em três pilares: MEMÓRIA – visão global, EDUCAÇÃO – Shoá (Holocausto em hebraico) e LEGADO – reflexão para os dias de hoje. Ben Abraham, sobrevivente, jornalista, coordenador-geral da Sherit Hapleitá e vice-presidente da Associação Mundial dos Sobreviventes do Nazismo, será homenageado e representará todos os sobreviventes que moram no Brasil.

Ainda na versão brasileira, a exposição vai contar com obras de importantes artistas brasileiros contemporâneos, como Alex Flemming, Cláudio Mubarac, Nazareth Pacheco, Renata Barros e Rosana Paulino, selecionadas por Fábio Magalhães. Além disso, o projeto contará ainda com uma programação paralela, reunindo palestras, simpósios e exibição de filmes com o tema. 

O SESC Pompeia foi considerado pela organização como ideal para a realização da exposição, pois circulam diariamente cerca de 5000 pessoas, além de proporcionar programas de visitas escolares guiadas. No Uruguai a exposição teve mais de 35 mil visitantes em dois meses, entre elas 10 mil alunos do ensino fundamental.
 

PROGRAMAÇÃO PARALELA


Dia 02 de junho

Simpósio sobre o Holocausto, sua negação e a violação dos direitos humanos.
Participantes: Prof.Dr Samuel Feldberg; Prof. Ania Cavalcanti e Flavio Azm Rassekh
Na ocasião o Prof. Feldberg apresentará o livro Holocausto de Martin Gilbert, traduzido por ele.

Dia 09 de junho

Palestra com convidado internacional: Professor Efraim Zuroff, diretor do Centro Simon Wiesenthal de Israel, que traz o tema: “O combate aos herdeiros do nazismo no século 21”.

Dia 16 de junho

Simpósio sobre: Educação, o Holocausto e Direitos Humanos
Participantes: Prof. Maria Luiza Tucci Carneiro; Prof. Denise Hasbany; Prof Roseli Fichman

Dia 23 de junho

Apresentação do filme “Olga”, do diretor Jayme Monjardim, com espaço para discussão. Marcos Napolitano, Professor do Departamento de História da USP e Doutor em História Social (USP) dirigirá as discussões após o filme.

Dia 30 de junho

Apresentação do filme “Noite e Neblina” de Alain Resnais. Discussão com Prof. Celso Zylbovicius
 

SERVIÇO


SESC POMPEIA apresenta a exposição “Shoá – Reflexões por um mundo  mais tolerante”

Rua Clélia, 93
Abertura: dia 28 de maio de 2010
Temporada: até 4 de julho. Terça a sábado, das 10h às 21h30. Sábado, domingo e feriado, das 10h às 19h.
Local: Galpão. Grátis
Classificação indicativa: 12 anos
Telefone para informações: (11) 3871-7700
 
A Unidade Pompeia não dispõe de estacionamento. Para informações sobre outras programações, ligue 0800-118220 ou acesse o portal
www.sescsp.org.br.

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP