TETO ALERTA: AS OLIMPÍADAS SE VÃO, AS FAVELAS FICAM.

0

Há 10 anos no Brasil, o TETO trabalha pela defesa dos direitos de pessoas que vivem em favelas precárias, diminuindo sua vulnerabilidade por meio do engajamento comunitário e mobilização de jovens voluntários. E nesse mês olímpico, a organização social lança a campanha: “Atletas da Vida: a delegação que continuará aqui”.

A campanha foi filmada na comunidade Parque das Missões, em Duque de Caxias/RJ, e busca evidenciar que as favelas são espaços de violação de direitos, agravada pela falta de priorização em políticas públicas e serviços sociais. Atualmente, vivemos em uma cidade-mercadoria, acessível apenas para uma pequena parcela da população, que pode pagar pelos benefícios que ela dispõe. O TETO acredita que as cidades devem ser promotoras do desenvolvimento de sociedades de direitos e não de privilégios.

Por outro lado, as favelas são a máxima expressão da produção social do habitat, com pessoas com capacidades e propostas para transformar a cidade em que vivem. E é a história dessas pessoas que o TETO quer contar. A história dos Atletas da Vida: pessoas que vivem nas favelas, participando dessa competição diária, em que a medalha de ouro são seus direitos mais básicos.

“As cidades brasileiras são o maior exemplo da desigualdade social gritante que vivemos. As favelas são um reflexo desta cidade que prioriza o retorno financeiro de alguns sobre o direito de viver com dignidade de muitos, e os Jogos da Exclusão só reforçam isso. Queremos visibilizar a necessidade de construir um espaço democrático, para todos e todas, protagonizado pelos/as verdadeiros/as Atletas da Vida”, Bruno Dias, Diretor Social do TETO.

Sobre o TETO
TETO é uma organização presente na América Latina e Caribe que busca superar a situação de pobreza em que vivem milhões de pessoas nas favelas mais precárias, por meio do engajamento comunitário e mobilização de jovens voluntários. Com a implementação de um modelo de intervenção focado no trabalho lado a lado com moradores de comunidades, o TETO busca construir moradias mais dignas, promover a educação de crianças por meio de oficinas de leitura, e envolver toda comunidade em projetos de melhoria para seus bairros.

O TETO está presente em 19 países: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, México, Panamá, Paraguai, Peru, Uruguai, Nicarágua, República Dominicana e Venezuela. Há 10 anos no Brasil, a organização já trabalhou em mais de 100 comunidades, construiu mais de 2.500 casas emergenciais, desenvolveu cerca de 30 projetos comunitários e mobilizou mais de 30 mil voluntários.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.