TV digital brasileira

0

Marco Antônio Soalheiro
Repórter da Agência Brasil

Brasília – Os recursos de interatividade no modelo brasileiro de TV digital estarão disponíveis em etapas e não poderão ser utilizados de imediato. A informação foi dada hoje (28) pelo ministro das Comunicações, Hélio Costa, em entrevista coletiva concedida pela internet a jornalistas de todo o país.

O ministro, lembrando exemplos estrangeiros, alegou não serem justas as críticas referentes ao tema. “Na Europa não existe plena interatividade, nos Estados unidos não tem nada e são países em estágio mais avançado. Ela [a interatividade]é um passo e não pode ser cobrada do Brasil agora.”

Hélio Costa explicou que as etapas da interatividade partiriam da linha telefônica para, posteriormente, avançar por meio da internet sem fio e do próprio terminal de acesso. Ele comparou o processo à implantação da TV a cores no Brasil, na década de 70, que também se deu por etapas, da capital para o interior e com sofisticação crescente dos aparelhos.

“Estamos dando um passo importantíssimo, nos aparelhando para disputarmos uma posição de liderança na América do Sul, igualando-nos à Europa e próximos aos Estados Unidos. Planejamos um sistema dentro do poder público, conforme o decreto do presidente Lula”, ressaltou Costa.

Além da interatividade, um dos principais benefícios do novo sistema para os telespectadores é a definição de imagem. Sobre isso, o ministro lembrou que estão à venda no mercado televisores de plasma e de LCD que não evitam as distorções.

Costa defendeu uma atuação do Procon para coibir falsas promessas das lojas que vendem aparelhos modernos e prometem uma qualidade de imagem que não existe. O ministro sugeriu um procedimento aos consumidores, para que não sejam lesados.


“Num televisor com 480 linhas, jogadores de futebol ficam irreconhecíveis em uma transmissão. Na primeira pergunta ao vendedor, deve-se pedir preços dos aparelhos de plasma ou LCD com no mínimo 720 linhas e registro disso na nota fiscal.”

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP