UMA CARTA PODE MUDAR UMA VIDA?

0

A Anistia Internacional acredita que sim e lança em todo o mundo a campanha Escreva por Direitos, na realidade uma maratona com a qual pretende mobilizar a sociedade para que expresse sua indignação contra arbitrariedades praticadas em todo o mundo. Para facilitar o entendimento da campanha, além do filme e do material de divulgação, a Anistia Internacional criou um painel de perguntas e respostas que você confere aqui:

 

Qual o principal objetivo da Maratona Escreva por Direitos?

A finalidade da Maratona Escreva por Direitos é mobilizar a solidariedade de milhões de pessoas em todo o mundo em torno do Dia Internacional dos Direitos Humanos, 10 de dezembro, utilizando do poder das palavras para influenciar líderes mundiais a protegerem indivíduos ou comunidades cujos direitos humanos têm sido violados. Fazemos isso por meio de cartas, mas também por e-mail, tuítes, publicações no Facebook e por diversas formas de demonstração de solidariedade. Em 2015, fomos capazes de realizar mais de 4 milhões de ações em defesa de pessoas e comunidades cujos direitos estavam sendo violados. Em boa parte dos casos, conseguimos influenciar a mudança, e as situações foram resolvidas.

Quem pode participar?

Qualquer pessoa pode participar! Você não precisa ter experiência com direitos humanos ou já ser ativista da Anistia Internacional para fazer parte da Maratona Escreva por Direitos. Recebemos de braços abertos todas as pessoas que querem lutar pelos direitos humanos. Se você planeja participar escrevendo cartas, organizando um evento em casa ou no bairro, participando de alguma atividade organizada por outras pessoas ou contribuindo para as atividades com uma doação em dinheiro, você já estará fazendo a diferença.

Escrever cartas funciona mesmo?

Sim, funciona! A Anistia Internacional constatou que todas as vezes que mobilizamos muita gente para escrever cartas às autoridades, os resultados foram positivos em aproximadamente um terço dos casos. Mas também aprendemos que é preciso ter persistência: alguns países são mais abertos que outros, e há situações em que prisioneiros de consciência acabam enfrentando diversos tipos de tratamentos cruéis e desumanos.

Para quem escrevemos cartas?

A cada ano, a Anistia Internacional identifica pessoas e comunidades que estão correndo riscos de violação de seus direitos humanos em todo o mundo e precisam urgentemente de solidariedade e justiça. Alguns destes casos podem estar prestes a serem solucionados ou próximo de uma violação ainda mais grave – e é aí que atuamos, unindo nossas mãos e nossas vozes para fazer uma grande pressão mundial ao mesmo tempo. No Brasil, sempre escolhemos 6 casos de diversos países nos quais o ativismo global e do Brasil podem fazer uma enorme diferença.

As cartas são escritas em defesa de indivíduos e comunidades cujos direitos humanos estão sendo violados. Essas cartas são enviadas às autoridades que têm o poder de solucionar essas violações dos direitos humanos.

De que maneira posso participar da Maratona Escreva por Direitos?

Você pode escolher assinar as cartas pelo site, apenas assinar as cartas-padrão que a Anistia Internacional Brasil disponibiliza por esta plataforma, ou escrever as cartas de próprio punho. Ou organizando seu próprio evento de campanha. Para a assinatura de cartas-padrão ou escritas de próprio punho, você pode tanto fazer individualmente como em grupo, seja na sua sala de aula, no almoço de família ou em um evento que você organize para convidar mais pessoas a participarem.

Elaboramos um guia para a escrita de cartas com dicas sobre como sua carta para uma autoridade pode ser mais eficiente. Faça o download aqui.

Tem que ser em 10 de dezembro?

Muita gente se organiza para escrever suas cartas no próprio dia 10 de dezembro, marcando o Dia Internacional dos Direitos Humanos. No entanto, uma vez que as informações sobre os casos já estão disponíveis, as atividades já podem começar.

Em anos anteriores, tivemos uma ampla procura por materiais para serem trabalhados em salas-de-aula, mas o período da Maratona Escreva por Direitos sempre coincide com as férias escolares de verão. Este ano, pensamos especialmente nas professoras, professores, estudantes e profissionais da educação, e antecipamos o início das atividades. Também preparamos materiais próprios para facilitar o trabalho em grupos sobre os casos e sobre os direitos humanos. Baixe os materiais dos casos e confira!

Quantas cartas vocês esperam que eu escreva?

É você quem define sua meta: uma, duas, três, dez ou mais cartas. Cada carta faz a diferença, especialmente quando nos lembramos que milhares de pessoas também estão enviando suas cartas de apelo. Muitas pessoas durante campanhas anteriores escreveram 6 cartas, uma carta para cada caso, além de mensagens, cartões, desenhos e outras formas de demonstração de solidariedade direta com as pessoas ou comunidades que tiveram seus direitos violados.

Eu posso continuar escrevendo cartas para a Anistia Internacional após a Maratona Escreva por Direitos?

Sim, você pode continuar entrando em ação junto com a Anistia Internacional em defesa dos direitos humanos ao longo do ano, seja assinando petições pelo nosso site, respondendo a apelos por meio de cartas, tuítes e postagens nas redes sociais, ou fazendo parte de algum grupo local de ativismo. Para estar sempre a par das nossas ações, certifique-se de que seu servidor de e-mail não envie nossas comunicações para sua caixa de spam, promoções ou outro filtro de e-mails indesejados. Você precisa configurar os endereços do servidor @anistia.org.br para que entrem diretamente na sua caixa de entrada de e-mail.

ORGANIZANDO SEU PRÓPRIO EVENTO


Como eu posso participar?

  • Escreva por conta própria: você pode cadastrar um evento para que sua atividade apareça no mapa interativo de atividades, e escrever suas próprias cartas.
  • Mobilize outras pessoas para escreverem cartas: organize seu próprio evento e convide amigos, amigas, colegas, vizinhos e/ou família para participar.
  • Maratona Escreva por Direitos no Dia de Doar: você pode participar de duas iniciativas organizando uma única atividade. Saiba como funciona o Dia de Doar e aproveite para contribuir com a sustentabilidade da Anistia Internacional Brasil.

Onde eu posso organizar um evento?

Você pode organizar um evento em casa, na escola, no seu bairro ou comunidade, na igreja, em alguma feira, colocar uma banquinha em alguma festa popular ou evento cultural na sua cidade… Use sua criatividade!

Quais tipos de recursos estão disponíveis para que eu possa organizar meu evento?

Cartas padronizadas, pôsteres, folhetos explicativos, guia para organização de eventos, guia para escrever cartas, vídeos, metodologias para debate em grupos… Tudo o que você precisa para anunciar e organizar seu evento pode ser baixado pela página Materiais, ou pelo seu perfil de Organizador(a) nesta plataforma. Você também poderá solicitar materiais impressos do escritório da Anistia Internacional Brasil de 16 a 30 de novembro. O kit é composto de:

  • 5 cartas para cada caso;
  • 1 pôster informativo para cada caso;
  • 3 lanternas decorativas da Maratona Escreva por Direitos.

Há limitação de quantidade de kits para envio, e materiais adicionais poderão ser cobrados.

Se eu não me registrar, ainda assim posso participar?

Sim! Vários grupos locais de ativismo, apoiadores da Anistia Internacional e simpatizantes dos direitos humanos realizarão eventos públicos da Maratona Escreva por Direitos. Você pode comparecer, tomar alguns minutos para escrever suas cartas e conhecer outras pessoas que também apoiam a Anistia Internacional. Qualquer ajuda sua será significativa. O registro de atividades está disponível através do site até o dia 5 de dezembro.

Em qual idioma devo escrever as cartas?

Encorajamos você a escrever no seu idioma local ou no idioma das pessoas ou comunidades que você está apoiando, caso seja do seu domínio. O importante é sempre mencionar explicitamente, e em letra legível, o nome da autoridade a quem se dirige e o da pessoa ou comunidade para quem estamos pedindo proteção. Saiba mais no Guia para Escrever Cartas.

Posso pedir mais materiais?

Para pedir materiais adicionais, contate-nos via ativismo@anistia.org.br entre 16 de novembro e 1 de dezembro. Pedimos que solicite os itens com pelo menos 5 dias de antecedência, considerando o prazo dos Correios. Caso o contrário, não poderemos garantir a chegada dos materiais no prazo.

CADASTRO


Eu preciso registrar meu evento online?

Preferimos que sim, pois seu evento entrará automaticamente no mapa interativo e na nossa lista de eventos, permitindo que mais pessoas possam participar e incentivando outras a organizarem suas próprias atividades. A plataforma online da Maratona Escreva por Direitos é uma excelente ferramenta para ajudar você a organizar seu evento, e permite que você se conecte com todo o Brasil para a grande celebração do Dia Internacional dos Direitos Humanos.

Registrar-se para a Maratona Escreva por Direitos é sua declaração de que participará no evento. O registro também nos dá uma indicação de quantas pessoas estão planejando participar e quantas cartas foram escritas durante a Maratona Escreva por Direitos.

Como eu faço para repassar os fundos arrecadados para a Anistia Internacional Brasil?

Entre em contato com Fernanda Bochembuzo em

fernanda.bochembuzo@anistia.org.br.

Eu preciso obter patrocínio?

Não. Mas você pode fazer uma vaquinha para cobrir os custos da sua atividade, e enviar o excedente para a Anistia Internacional Brasil por meio do PayPal, depósito bancário ou doação única pelo nosso site. Caso você tenha oportunidade, pode incentivar as pessoas que compareceram ao seu evento a se tornarem doadores/as regulares da Anistia Internacional Brasil. Você pode indicar o site anistia.org.br/doe-agora/. Esta é uma forma de garantir que a chama dos direitos humanos continue acesa e que possa chegar a quem mais precisa.

Você também pode registrar seu evento na plataforma Presente Consciente e pedir às pessoas que confirmarem presença que dêem uma contribuição espontânea para a Maratona Escreva por Direitos. Isso te encoraja a contar sobre o evento a todos os seus amigos, família, comunidade, vizinhos e colegas sobre a Maratona Escreva por Direitos.

Para quem não tiver tempo de participar mas queira apoiar o que você está fazendo, essa é uma possibilidade interessante. Lembre-se de que somos financiados por doações regulares ou pontuais de pessoas como você, e que não aceitamos fundos de governos, grandes empresas ou empresas com histórico de violação de direitos humanos, nem de partidos. Qualquer fundo levantado nos auxilia a realizar nosso trabalho em defesa dos direitos humanos.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.