APP FACILITA COMPRAS ONLINE

0

Um estudo realizado pela Criteo S.A. (NASDAQ: CRTO), líder global de tecnologia especializada em performance de marketing digital, mostra que os aplicativos foram os principais responsáveis pelas compras mobile do Brasil no segundo trimestre de 2015. Os aplicativos possuem uma performance melhor que qualquer outro canal, incluindo o desktop e, por conta disso, quase 50% das transações mobile ocorreram por meio dos apps. Baseada em dados de 1,4 bilhões de transações online que movimentaram US$ 160 bilhões de vendas mundiais no período, a Criteo revela que mais de 13% do comércio eletrônico brasileiro foi feito por meio de dispositivos móveis no segundo trimestre. O resultado é ainda melhor para os principais varejistas online, que conseguiram uma média de 25% de suas compras feitas por meio de smartphones ou tablets.

Uma em cada cinco transações das categorias de “Home” e “Saúde e Beleza” agora são feitas  via mobile. Já as categorias de “Esportes” e “Moda e Luxo” têm apresentado um crescimento consistente, principalmente em relação aos smartphones.

Quanto aos sistemas operacionais, no Brasil, ao contrário do que acontece nos Estados Unidos, quem continua ganhando espaço nos smartphones é o Android, com 25,9%. Essa informação é valiosa para os varejistas que estão optando por priorizar os aplicativos e colocando-os como uma peça chave para incrementar a receita. Para os que já aderiram a essa tecnologia, os apps geraram aproximadamente 47% de toda a receita mobile. Aliás, eles são mais significativos na hora de fazer reservas de última hora no setor de turismo. Cerca de 42% das transações com esta característica vieram por meio de apps.

As altas taxas de conversão por meio dos aplicativos indicam que a experiência do usuário é melhor do que nos desktops e browsers. Isso também é um reflexo do fato de os apps, em sua maioria, serem utilizados por consumidores leais. No varejo, por exemplo, os comerciantes que optaram por oferecer a opção de aplicativo, tiveram uma taxa de conversão três vezes maior que o browser mobile. No setor de turismo, a taxa de conversão dos apps é quase duas vezes maior que a do browser mobile.

Os consumidores visualizam três vezes mais produtos no aplicativo do que no browser mobile. No setor de varejo, o valor do pedido por transação no app, browser mobile e desktop é quase o mesmo.  A cada US$ 100 no desktop, são US$ 98 no browser mobile e US$ 95 no app. Já na parte de travel, o mobile é menor porque é mais utilizado para reservas de última hora. Os valores de browser mobile e apps são bem similares nesta área, com US$ 78 e US$ 77 respectivamente.

“Os aplicativos geram resultados surpreendentes. Por isso, está na hora das empresas repensarem seus planos para dispositivos móveis e ficarem atentas ao cross device, pois a assertividade deve ser uma característica básica para os comerciantes online”, explica Fernando Tassinari, Diretor Geral da Criteo no Brasil.

Sobre a Criteo
A Criteo oferece marketing personalizado de alto desempenho em grande escala. Mensurando o retorno com os pós-cliques de vendas, apresenta um ROI transparente e fácil de medir. Com mais de 1.500 funcionários espalhados por 23 escritórios localizados nas Américas, Europa e Ásia-Pacífico, a Criteo atende mais de 7.800 anunciantes em todo o mundo se relacionando diretamente com mais de 10.000 editores.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP