AS MULHERES E A PROPAGANDA

0

A Forebrain, empresa especializada em neuromarketing, desenvolveu o Brain Report: Mulheres e a Propaganda, que buscou compreender, por meio de técnicas neurocientíficas, o impacto das diferentes estratégias de comunicação utilizadas hoje pelas marcas na hora de falar, ou mesmo de representar as mulheres em seus comerciais. O estudo traz exemplos concretos de como as peças publicitárias impactam emocionalmente o público feminino, levando em consideração os atuais movimentos e reflexões com relação à posição da mulher na sociedade contemporânea.

A pesquisa aborda temas como padrões de comportamento e beleza, percepção de estereótipos, hipersexualização da figura feminina e a representação maternidade. O uso de representações estereotipadas favorece a rápida compreensão de uma peça publicitária, mas é cada vez mais importante saber quando e como usar este tipo de figura.

O filme Mudanças (http://o2filmes.com.br/acervo/1632/Mudancas_), da Renner, faz um paralelo entre as transformações na moda e as mudanças no comportamento da mulher contemporânea. Trazendo uma proposta atual e reforçando a autonomia da mulher no século XXI, o filme apresenta uma cena onde uma mulher pede o namorado em casamento. O trecho, de apenas uma cena, foi suficiente para gerar um excelente desempenho nos índices neurais avaliados pela Forebrain, mostrando que a representação da mulher atual tem um grande potencial nas estratégias de comunicação.

“Compreender  quais são as estratégias de comunicação mais ou menos eficientes, trazer insights de como as marcas podem inovar, se adaptar e até mesmo reconstruir suas propostas de comunicação, permite a construção de mensagens mais pertinentes com os valores, atitudes e comportamentos das mulheres do século XXI, aumentando a representatividade e identificação deste público”, explica Ana Souza, co-CEO da Forebrain.

O filme Casais feito pela agência AlmapBBDO para as Havaianas (https://www.youtube.com/watch?v=D6qFgslW5wg) foi eficiente ao utilizar personagens estereotipados de maneira original para fortalecer a comunicação porque a estratégia faz uso de comportamentos clichês de maneira exagerada, bem humorada e desassociada de uma visão conservadora. Além disso, os estereótipos empregados estão relacionados ao comportamento e não ao papel da mulher na sociedade.

Os padrões de beleza também vêm sendo discutidos em prol da diversidade e da auto-estima. Para o setor de beleza, este movimento é particularmente importante e pode fazer toda a diferença para o relacionamento da marca com seu público-alvo. Uma das marcas que tem se posicionado positivamente é a L’Oréal,  ao incentivar em seus filmes Cachos Poderosos (https://www.youtube.com/watch?v=_AW5MT-hins) e Fructis Desafia (https://www.youtube.com/watch?v=NeS-Wno88WQ) da marca Garnier, que as mulheres estejam satisfeitas com o seu cabelo da maneira que preferirem, seja mantendo-o naturalmente cacheado ou liso. Ao apoiar a liberdade de escolha das mulheres, a marca cria filmes que se destacam na hora de apresentar seus produtos.

O estudo busca trazer maior assertividade e originalidade para construção de peças de comunicação direcionadas para as mulheres, contribuindo para a discussão sobre o papel fundamental e ativo da mídia na formação de opinião dos consumidores. “A compreensão das respostas emocionais e não conscientes das mulheres avaliadas na pesquisa permitirá às marcas uma reflexão sobre qual posicionamento irão adotar frente às transformações sociais”, aponta Ana.

O estudo está disponível em: www.forebrain.com.br/mulheres

Sobre a Forebrain

A empresa desenvolve pesquisas em neurociência do consumo e conta com uma equipe multidisciplinar para oferecer soluções de marketing e comunicação, desenvolvimento de produtos e trade marketing. Billy Nascimento e Ana Souza estão à frente de doutores e mestres nas áreas de neurociência, psicologia, marketing, tecnologia da informação e engenharia. Billy também é representante brasileiro da Neuromarketing Science and Business Association, a maior associação de neuromarketing do mundo e Ana trabalha com emoções e comportamento humano há mais de 15 anos.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP