BAIDU REVELA DADOS DO CONSUMO DE APLICATIVOS

0

O Baidu, empresa chinesa de tecnologia, anunciou os resultados de uma recente pesquisa que avalia os padrões de consumo dos aplicativos Android mais populares do mundo. A classificação é feita com base na intensidade de consumo sobre a vida da bateria do smartphone.

O estudo descobriu que, mundialmente, o smartphone fica ligado por 21,7 horas seguidas, e a maioria dos usuários executa o carregamento pelo menos uma vez ao dia. Entretanto, o Brasil, que mantém o dispositivo ligado por até 17,9 horas em média, junto com Estados Unidos e Indonésia, está entre os países que mais gastam energia, enquanto que os alemães utilizam o dispositivo continuamente por 32,1 horas.

No que se diz respeito aos aplicativos, eles representam a principal razão para o esgotamento da bateria dos celulares quando estão em primeiro plano e mesmo quando estão fechados, pois podem funcionar em segundo plano. Cada categoria de app possui padrões de consumo diferentes, mas dentro de uma mesma categoria de aplicativos o consumo pode variar, devido à variedade de códigos para cada um.

Aplicativos de jogos consomem mais energia do que a média quando rodam tanto em primeiro quanto em segundo plano, como o Candy Crush e o Snapchat. Já os utilitários, como Twitter, Viber, Spotify, Instagram e Whattsapp desperdiçam menos energia em comparação com a média em ambos os casos. Netflix e Facebook gastam em média mais quando estão em primeiro plano e menos em segundo plano. Uber foi o único app avaliado que consome mais em segundo plano, embora o gasto em primeiro plano seja inferior à média.

 

Sobre o Baidu

Baidu Inc. é o principal provedor de pesquisas na internet em língua chinesa e o segundo maior serviço global de buscas do mundo. Fundado em 2000, além de atender usuários individuais que navegam na internet, o Baidu também oferece plataformas de publicidade digital e, desde 2005, tem suas ações listadas na NASDAQ Global Select Market sob o símbolo “BIDU”.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.