BRASILEIRO GUARDA R$ 105 BILHÕES EM CASA DIZ IBOPE

0

Pesquisa realizada pelo IBOPE, encomendada pelo site de classificados online gratuitos OLX, mapeou o mercado de produtos usados no Brasil. O estudo – realizado com 2.002 pessoas, com mais de 16 anos – revela que 38% dos brasileiros possuem itens sem uso que poderiam ser comercializados, o que representa um potencial financeiro de R$ 105 bilhões para o segmento de venda de usados no país, com um ticket médio de R$ 1.864,16 por pessoa. 

De acordo com a pesquisa IBOPE, cada brasileiro que possui usados com potencial de venda acumula uma média de dois produtos com essas características, que somam um total de 124 milhões de itens. O segmento de moda e beleza lidera o ranking de usados, citado por 44% dos indivíduos consultados, seguido por bebê e criança (43%), eletrônicos, celulares e informática (40%), decoração e itens para casa (19%), música, arte e lazer (17%), esportes (7%),  agropecuária (7%), veículos (5%) e indústria e comércio (1%).
“Os dados da pesquisa Ibope confirmam a percepção da OLX de que o Brasil tem potencial para ser um dos maiores mercados de compra e venda de usados do mundo. A receita de R$ 105 bilhões que poderia ser gerada com a comercialização dos itens sem uso, que estão acumulados na casa das pessoas, é mais do que três vezes o faturamento do segmento de ecommerce no país em 2014, que foi de R$ 35,8 bilhões”, afirma Marcos Leite, Chief Commercial Officer da OLX Brasil. “Se considerarmos que a pesquisa aponta para a existência de cerca de 124 milhões de produtos sem uso identificados pelos brasileiros como itens que poderiam ser vendidos na internet, e hoje temos uma média de 10 milhões de anúncios na plataforma OLX, existe uma oportunidade de crescimento acelerado em curto prazo”, acrescenta.
Ainda segundo a pesquisa Ibope, do total de produtos sem uso com potencial de vendas no Brasil, 41% estão concentrados na região Sudeste, seguida pelo Nordeste (21%), Sul (19%) e Norte e Centro-Oeste (19%). Do total da amostra, 53% são mulheres, 27% têm idade entre 25 a 34 anos, 21% entre 35 a 44 anos e 19% entre 16 a 24 anos. Quanto ao perfil econômico, entre os usuários que possuem itens usados, 55% estão na classe C, 30% na classe B e 12% nas classes D e E, e 2% na classe A.
“A principal conclusão do estudo é a de que, apesar de 38% dos brasileiros identificarem que têm itens sem uso com potencial de venda, essa porcentagem tende a ser ainda maior, com a disseminação da cultura de comercialização de itens usados no Brasil, a exemplo do que já acontece em países como Estados Unidos e também na Europa. No país, esse movimento tem crescido fortemente. Isso porque, as pessoas começam a perceber que possuem verdadeiras fortunas em produtos sem uso dentro de casa, os quais podem ser vendidos, não só gerando um retorno financeiro, mas permitindo realizar projetos e objetivos, ao mesmo tempo em que representam uma postura de consumo sustentável, ao ampliar o ciclo de vida dos produtos”, analisa o executivo. A OLX enxerga que esse mercado de venda de usados tem um potencial de quase R$ 1 trilhão no Brasil.
Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP