O QUE FALARAM DO ROCK IN RIO NO TWITTER

0

Os 30 anos do Rock In Rio geraram interação nas redes sociais com mais de 1,7 milhão de menções no Twitter e Instagram, segundo monitoramento do Scup, ferramenta brasileira líder em monitoramento, atendimento, gestão e análise de redes sociais no Brasil. Coletados entre o dia 1º de setembro e a madrugada do dia 28, os posts colocam Rihanna (26,98%), Queen (13,11%) e Katy Perry (13,07%) como as atrações mais citadas. Entre os patrocinadores, Pepsi foi a marca que gerou  maior buzz, 50%.

Confira abaixo os destaques:

Atrações
Com Rihanna (1º lugar) e Katy Perry (3º lugar) no topo do ranking, o festival mostrou que também tem muito espaço para o pop e que o público reage positivamente a esse tipo de atração. Outro destaque fica com o Queen, que voltou aos palcos do RIR após 30 anos da sua primeira participação marcante, e alcançou o 2º lugar entre os assuntos mais comentados.

O primeiro dia de festival, que foi encerrado pelo show do Queen, foi o mais comentado nas redes sociais, com 288 mil menções.

atrações - Rock in rio.png

Patrocinadores
As marcas foram uma atração à parte no festival, isso não se pode negar. O público passou horas em atrações criadas pelos principais patrocinadores do evento e essa participação ficou clara também nas redes sociais. O maior buzz girou em torno da Pepsi, que criou a hashtag #PodeSerÉpico. Com essa estratégia, a marca conseguiu estar presente em mais de 52 mil menções do evento, mesmo sem que os usuários citassem o produto. Vale ressaltar que a marca teve grandes resultados com a hashtag mesmo antes do evento, gerando expectativa para sua participação no RIR.

Com uma grande diferença da primeira colocada, a Heineken e a Sky foram as duas outras marcas que chamaram a atenção nas redes. A Heineken conseguiu um grande número de menções por meio da hashtag #HeinekenPlay, que fazia parte de uma interação da marca dentro do festival: as pessoas usavam a hashtag para pedir músicas que seriam apresentadas nos telões. Já para a Sky, as menções se referiam à hashtag #SkyRocks, ao camarote da marca e a brincadeira realizada em parceria com a marca Fender.

marcas - rock in rio.png

Transmissão televisiva
Não foi só quem comprou ingresso que curtiu e acompanhou o festival. O assunto mais comentado com mais de 182 mil menções foi o canal Multishow, que realizou a cobertura do evento ao vivo. Os internautas que interagiram, principalmente pelo uso da hashtag #RockInRioNoMultishow, demonstraram ter assistido os shows ao vivo e ficado de olho nos backstages do evento – tudo pelo mesmo canal de televisão.

Reforçando sua característica de rede social mais usada para a segunda tela, o Twitter teve 98,15% de representatividade nesse assunto – a transmissão pela TV.

Perfil do público
O perfil do público que comentou o Rock in Rio nas redes sociais foi composto por 51% por mulheres e 49% por homens. Interagindo 92,4% no Twitter e 7,3% no Instagram, os internautas que mais comentaram eram do Rio de Janeiro (35,2%), São Paulo (21,4%), Minas Gerais  (6,7%) e Rio Grande do Sul (6,7%).

Perfis mais engajados
@Multishow, @PepsiBr e @HeinekenBr mostraram seu poder de conteúdo em real time e foram os perfis mais engajados durante o festival. A interação das marcas com quem comentava sobre o festival e a cobertura do que acontecia no evento ajudaram essas três marcas a ganhar destaque nas redes sociais.

Sobre o Scup
O Scup é a ferramenta líder no mercado brasileiro em monitoramento, gestão e análise de mídias sociais que contribui para que empresas conheçam a fundo seu mercado de atuação, consumidores e concorrentes, gerando insights para os negócios, e construa relacionamentos profundos com seus públicos de interesse. A ferramenta está presente em três continentes e atende uma em cada quatro das 100 maiores e melhores empresas da revista Exame, tendo mais de 900 clientes e 35 mil usuários cadastrados. Com mais de 80 colaboradores apaixonados por inovação, é a única tecnologia na América Latina certificada, ao mesmo tempo, pelo Twitter e pelo Facebook.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP