CENP em defesa da ética na propaganda

0


A QG Propaganda, agência comandada por Paulo Zoéga e Sérgio Lopes, começa a veicular campanha para valorização do Conselho Executivo das Normas-Padrão (CENP), que terá anúncios para jornais, revistas e comercial para veiculação em emissoras de TV. As mensagens transmitem informações sobre a entidade e sua importância para o setor publicitário, além de justificar os motivos pelos quais agências, veículos e anunciantes devem defender as normas-padrão do mercado que compõem. Depois de a publicidade ter ficado exposta em casos como a CPI do Mensalão, o CENP quer mostrar que a atividade tem ética e regras claras.

“Apoiar esta campanha e desenvolver esta ação é mais do que uma obrigação, é uma demonstração de comprometimento com a entidade e o nosso compromisso em manter a ética no mercado”, diz Paulo Zoéga, vice-presidente de atendimento e planejamento da QG, no material enviado à jornalistas.
 
Segundo Paulo André Bione, diretor de criação da QG, a campanha foi elaborada em cima do mote principal da entidade, que é a razão de o Cenp promover a transparência nos negócios da propaganda entre todas as partes e a luta em fazer com que essas relações sejam saudáveis.

“Por meio do depoimento de personalidades do mundo da propaganda, validamos a ideologia do conselho, questionando em qual lado da propaganda você escolhe estar”, diz. “Colocamos essa questão de forma muito clara e simples nos anúncios e também no filme, porque só existem dois lados nessa história, que é seguir ou não as normas-padrão”, acrescenta o publicitário.
 
A criação lançou mão do jogo de luzes nas peças e no filme para exemplificar o que seriam esses dois lados: o claro e o escuro. Personalidades célebres do setor, que, segundo declaram, adotam o cumprimento das normas-padrão, como Washington Olivetto, Roberto Justus e Adriana Cury, protagonizam as mensagens dos anúncios. Olivetto também é a estrela do comercial.

Jairo Goldflus fotografou os publicitários, enquanto a Sentimental Filmes produziu o comercial, dirigido por Bob Wolfenson.

Sobre o CENP
O Cenp foi criado em 1998, numa iniciativa dos veículos de comunicação, das agências de propaganda e dos anunciantes para preservar a transparência no negócio da publicidade. A entidade tem como principal finalidade regulamentar a relação comercial, incentivando a leal concorrência entre os agentes do mercado por meio das normas-padrão. Filiar-se ao Cenp é assumir um compromisso de estabelecer bases para as relações mais sólidas, mais honestas. Veículos e anunciantes que exigem agências certificadas pelo Cenp estão defendendo um negócio legítimo e a transparência na publicidade.

Share.

About Author

Comments are closed.