Clint começa a ganhar prêmios

0

O ator e diretor de cinema Clint Eastwood recebe em jantar hoje o Prêmio Humanitário Jack Valenti, concedido pela Motion Picture Association of América (MPAA). O prêmio é concedido anualmente a um profissional da indústria do cinema cujo trabalho tenha repercutido globalmente, levando uma mensagem positiva a todos os países, culturas e crenças.

A MPAA acredita que, há décadas, o trabalho de Clint Eastwood tem transmitido um sentimento de bondade para os fãs de cinema. Seus dois aclamados filmes sobre a II Guerra Mundial, e a forma como retratou a batalha de Iwo Jima, apresentando um olhar imparcial dos dois lados da história e provocando polêmica entre aqueles que viveram a experiência, se enquadra perfeitamente na visão dos objetivos da MPAA.

Veja o que diz a produtora Warner, que irá distribuir os dois filmes no Brasil, sobre esses dois últimos e polêmicos trabalhos de Clint:


Após a consagração no Oscar com Os Imperdoáveis (1992) e Menina de Ouro (2004), Clint Eastwood retorna aos holofotes da indústria cinematográfica com duas produções que se complementam: A Conquista da Honra e Cartas de Iwo Jima recriam um fato histórico de fundamental relevância – a batalha de Iwo Jima, durante a Segunda Guerra Mundial – sob dois pontos de vista: o dos vencedores e o dos vencidos. Os dois longas retratam o encontro dos exércitos norte-americano e japonês na Ilha de Iwo Jima, no Pacífico, em 1945, no conflito que resultou na tomada do Monte Suribachi pelas tropas dos Estados Unidos.

A Conquista da Honra narra a batalha e suas conseqüências para os norte-americanos, cuja vitória é marcada pelo momento em que seis jovens soldados fincam a bandeira dos Estados Unidos em solo asiático, em uma das cenas mais importantes da história mundial recente, registrada em fotografia. Por meio da trajetória de três dos soldados que protagonizam a foto, o filme realça a diferença entre a verdade e o mito, o significado de ser um herói e a essência da experiência humana da guerra.

Cartas de Iwo Jima mostra o sacrifício, a coragem e a compaixão dos soldados japoneses na tentativa de defender seu país. Sob o comando de um extraordinário general, os japoneses vêem o que foi previsto como uma defesa rápida e sangrenta transformar-se em quase 40 dias de um combate heróico e hábil. As cartas encontradas no solo árido da ilha dão rostos e vozes aos homens que ali lutaram e pereceram.

Juntos, os dois filmes compõem uma obra ampla e completa, retratando em profundidade os eventos que produziram uma das mais pungentes imagens-símbolo do patriotismo norte-americano e, mais que isso, um momento decisivo no contexto do fato histórico mais relevante do século XX, a Segunda Guerra Mundial.

A Conquista da Honra, que deu a Eastwood uma indicação ao Globo de Ouro 2007 na categoria Melhor Direção, estréia nos cinemas brasileiros em 2 de fevereiro. Cartas de Iwo Jima, que concorre ao Globo de Ouro nas categorias Melhor Direção (em que Eastwood compete consigo mesmo) e Melhor Filme em Língua Estrangeira, tem estréia prevista no Brasil para 16 de fevereiro. Ambos serão distribuídos pela Warner Bros. Pictures.

 

Share.

About Author

Comments are closed.