MODA: DAS PASSARELAS PARA AS CASAS

0

Das passarelas para dentro de casa. Marcas consagradas como Zara, Le Lis Blanc, Diesel, Chanel, Dior, Armani e Fendi expandiram para o universo home e revelaram mercado promissor ao ampliar seus nichos. Dentro dessa tendência, a italiana Fendi foi uma das primeiras lojas do setor a se arriscar em terreno desconhecido.

 

Por Érica Giacomelli*

Partindo do pressuposto de qualidade absoluta em suas peças, a empresa buscou a ajuda do designer italiano Alberto Vignatelli, devido ao excelente trabalho desenvolvido pela sua companhia Luxury Living Group. A parceira das duas empresas surgiu em 1998 e desde então Vignatelli nunca mais saiu do segmento home luxury collection.

Hoje a Fendi Casa têm diversas linhas de atuação, que buscam sempre manter o estilo único e a qualidade. A produção é feita à mão por artesões italianos, que utilizam técnicas tradicionais vistas em toda Europa, um ponto importante da tradição de moda da marca.

O trabalho de transição da marca de moda para uma loja de home collection é feita, principalmente, com base na criação de uma brand analysis. A brand analysis é um booklet completo que analisa toda a história da marca: target, códigos visuais, estilo, missão, core values (valores essenciais) e pode ir tão profundamente que também avalia os códigos estilísticos de cada coleção.

Para a criação de uma home collection é necessário analisar no mínimo as últimas 20 coleções da marca, para identificar o espírito que ela passa em cada linha. O importante é focar no sentido geral que ela passa ao consumidor, e não em coleções específicas, que podem ter elementos diferentes uma das outras.

Seguindo o resultado da brand analysis – que se torna um livro de referências – começa o trabalho de tradução dos códigos estilísticos para algoritmos de design. Todo esse trabalho é feito a partir de moodboards de referências, pranchas conceituais e criação de textos e imagens evocativas.

Essa construção de marca passa para o processo do design em si, que pode ser baseado em um espaço (caso de apartamentos como o Fendi Chateau ou hotéis como o Armani Hotel) ou sem base espacial como: desenho de móveis, objetos e estamparias.

Aproveitar dessa tendência não é para qualquer um, é necessária à identificação da marca como um possível case de sucesso, se estabelecendo primeiramente como uma empresa que tenha base conceitual forte em que se possam criar ferramentas de tradução de conceito. Muitas marcas tentam fazer a ponte para a home collection, mas não são candidatas possíveis, pois não criaram um alicerce de seguidores forte, que enxergam a marca e seus valores como essenciais em seu ambiente. Uma loja de moda que não é facilmente reconhecível visualmente, dificilmente conseguirá criar uma marca décor forte o suficiente.

É fato que o público de moda-décor não busca preço, mas sim custo benefício, complementação de seu lifestyle e exclusividade. As peças nascidas dessa ampliação não seguem o padrão de custo do mercado, justamente porque o modelo de qualidade proposto pelas marcas desse segmento são muito superiores a lojas de design regulares.

Sobre Érica Giacomelli

Formada em arquitetura e urbanismo pela FAAP – Fundação Armando Álvares Penteado, em 2012. Estudou  Master Home Luxury Collection ‘Designer de Luxo’ no Istituto Marangoni, em Milão. Além disso, passou pelas instituições: Central Saint Martins em Londres e Parsons, em New York. Outros cursos que integram sua trajetória: Perspectiva Focada em Design de Interiores, Design de Joias, Extensão em Design de Mobiliário, Introdução ao Cool Hunting, Desenho de Acessibilidade e Yacht Design. Ela já morou em Santiago, Buenos Aires, Nice, Nova Iorque, Londres e Milão, tem estilo de arquitetura único. Muito além da arquitetura, Érica também desempenha o trabalho de designer de luxo, focada no mercado varejista de alto padrão. Na função, traduz de maneira criativa e sofisticada a identidade de estilo de marca de moda em um ambiente de interiores. Para isso, desenvolve texturas, materiais, tecidos, mobiliário e estilos através do entendimento de como criar coleções contemporâneas inspiradas no viver com luxo.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP