NADAL VERSUS NADAL POR TOMMY HILFIGER. VENCEU O CINEMA.

0

O mercado de luxo sempre busca inovar na sua comunicação e os clássicos do cinema são eterna fonte de inspiração. O resultado por vezes é encantador, por vezes apenas um resgate de uma música, de um olhar ou de uma ação. É O que a grife Tommy Hilfiger acaba de fazer ao colocar em cena, com sua nova coleção, o tenista espanhol Rafael Nadal contra Rafael Nadal numa quadra de tênis em Mallorca, onde ele realiza seus treinamentos e tem uma academia de ginástica frequentada por todos os que o admiram ou querem por suas mãos pisar nas quadras do esporte.

Com direção de Trey Laird, de Laird + Partners, o comercial resgata música de Ennio Morricone, o autor da famosa trilha sonora de “Era uma vez no oeste…”, clássico dirigido por Sergio Leone. Morricone inclusive acaba de conquistar o Oscar de 2016 de melhor trilha sonora para “Os Oito Odiados”de Quentin Tarantino. É a música de Morricone que embala o filme estrelado por Nadal. Nele, o destaque é a alfaiataria impecável de Tommy Hilfiger, além das cores da marca, pela qual é reconhecida em todo lugar, na quadra.

Nadal busca impactar com aqueles olhares como os dos grandes atores e diretores de faraoeste, como Clint Eastwood, mas o que se ressalta são mesmos os trajes, que permanecem vestindo impecavelmente o tenista mesmo em movimentos bruscos. Elegância é a palavra-chave do mundo do luxo. O bom é que ao trazer Ennio Morricone e o conhecimento cultural a ele entrelaçado, a marca acaba por mostrar a importância do cinema em nossas vidas, aquilo que nos leva a um passado comum reforçando as bases da arte e da cultura e o quanto elas podem nos sensibilizar e emocionar ao longo da vida.

Em Nadal versus Nadal, o vencedor nas quadras é o cinema.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.