POR DENTRO DA CASA DA MARQUESA E DE SÃO CRISTÓVÃO

0

A Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro está lançando o aplicativo Casa da Marquesa / São Cristóvão Cultural, um olho mágico digital para o palacete neoclássico do bairro, que foi um presente de D. Pedro I para sua amante mais conhecida Domitila de Castro Canto e Melo. O app segue uma tendência mundial na museologia que é disponibilizar seu acervo online durante o período em que estes permanecem fechados para reforma.  Agora, que a casa entra na sua segunda fase de restauração, os usuários terão acesso a imagens, curiosidades, linha do tempo e a um inédito guia cultural do bairro de São Cristóvão.  Outra novidade trazida pelo aplicativo é que o local será, futuramente,  a Casa da Marquesa de Santos/Museu da Moda Brasileira. A partir da biografia da Marquesa, o museu  vai explorar questões sobre o universo feminino, será um lugar que discute o papel da mulher na história da sociedade brasileira – seus modos, costumes, códigos sociais e vestuário, já que  vanguarda e posição social são questões intimamente ligadas ao universo da moda.

Costumes, personagens e histórias do Rio de Janeiro, desde a época em que a cidade era a capital do Império e o bairro de São Cristóvão era a sede da corte portuguesa, permeados pelo romance entre D. Pedro I e Domitila de Castro Canto e Melo, a Marquesa de Santos. Esta é a viagem no tempo que propõe o aplicativo Casa da Marquesa – São Cristóvão Cultural, patrocinado pela Prefeitura do Rio, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, que será lançado no dia 22 de setembro pela Secretaria de Estado de Cultura do Rio de Janeiro (SEC). A tecnologia funcionará como um “olho mágico” para se explorar a construção, datada de 1827, e sua história até os dias de hoje, quando está sendo restaurada para abrigar o Museu da Moda Brasileira. Mais: na palma da mão, os usuários poderão ter acesso online ao acervo do museu, em fase de conceitualização.

Desenvolvido pela 32bits e produzido pela Editora Philae, em conjunto com a equipe de museólogas da Casa da Marquesa de Santos/Museu da Moda Brasileira, o aplicativo apresenta linhas do tempo ilustradas e galerias de fotos, incluindo detalhes da decoração do interior da edificação, uma joia arquitetônica brasileira que, entre 1827 e 1829, foi cenário do romance vivido pelo Imperador e a Marquesa de Santos. Pinturas decorativas atribuídas a Francisco Pedro do Amaral, aluno de Debret, estuques e detalhes em formato de coração conferem ar romântico à casa, que poderá agora ser visitada via smartphones e tablets.

O aplicativo apresenta 100 itens das coleções do museu, de vestidos e leques até pinturas e gravuras, louças e carnês de baile. Os usuários poderão responder a um quiz sobre a história do Brasil na época e tirar selfies, escolhendo as molduras para fotos idênticas às existentes no acervo do museu.  Além disso, o app traz o guia São Cristóvão Cultural, um mapa interativo do bairro imperial com suas instituições de cultura e lazer e seus pontos de interesse.

“O aplicativo segue uma tendência mundial de que um museu pode tornar-se acessível online no mundo inteiro, onde quer que seja. E a visão da Secretaria é justamente  trabalhar para que o conteúdo de nossos espaços e equipamentos ultrapasse paredes e chegue ao público, digitalmente, da forma mais moderna possível”, diz a Secretária de Estado de Cultura, Eva Doris Rosental.

“Para a Superintendência de Museus é emblemático iniciar a jornada digital dos acervos sob sua guarda com um aplicativo dedicado à Casa da Marquesa de Santos, um espaço que está sendo revocacionado e restaurado para cumprir sua missão”, afirma a Superintendente de Museus da SEC, Mariana Varzea.

“Estamos muito contentes com o lançamento desse aplicativo, que disponibiliza acervos, conteúdos e fotografias da Casa da Marquesa nesse momento em que estamos em meio às obras de restauração daquela edificação histórica”, afirma Márcia Bibiani, diretora da Casa da Marquesa de Santos – Museu da Moda Brasileira.

“Um museu pode continuar acessível online enquanto está fechado para reforma ou restauração, como é o caso de Museu de Arte Moderna de São Francisco, por exemplo. O app é dividido em quatro temas principais:  a história e a beleza da Casa da Marquesa de Santos, um bem tombado pelo IPHAN; o bairro de São Cristóvão, contando sobre o surgimento e as transformações de um bairro importante na história do Rio de Janeiro; e os personagens ligados à Casa, como o Visconde de Sapucaí e o Barão de Mauá”, explica Claudia Porto, museóloga e curadora do conteúdo do aplicativo.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP