ADOBE MARKETING CLOUD COM MUITA AÇÃO

0

A Adobe comemora os resultados espetaculares do faturamento no trimestre encerrado em 2 de setembro, quando registrou extraordinária receita de US$ 1,46 bilhão, lançando um comercial com muita ação, assinado pela agência Goodby Silverstein & Partners Creative para mostrar que os vilões não podem derrotar um agente do tipo 007, mas que uma experiência ruim do consumidor pode derrotar uma marca se esta não monitora, de forma integrada, a resposta à todas as suas ações. As ferramentas de monitoramento como Adobe Marketing Cloud são a aposta da empresa, pois num mundo conectado e em tempo real cada vez mais as empresas precisam de respostas rápidas para manter reputação e imagem e também  correção de rumos capazes de manterem engajados os consumidores. É isso o que Adobe vende neste comercial.

  

Leia o comunicado da empresa ao mercado, divulgado na última segunda-feira, 26:

SAN JOSE, Califórnia (EUA), setembro de 2016 – A Adobe anuncia os resultados financeiros do terceiro trimestre do ano contábil de 2016, encerrado em 02 de setembro de 2016.

 

Destaques financeiros do terceiro trimestre

 

  • A Adobe alcançou uma receita trimestral recorde de US$ 1,46 bilhões, representando um crescimento de 20% com relação ao ano anterior.
  • O lucro diluído por ação foi de US$ 0,54 em uma base GAAP e de US$ 0,75 em uma base não-GAAP.
  • A receita de segmento de mídia digital registrou o valor recorde de US$ 990 milhões, com receitas da área Criativa com um crescimento de 39% com relação ao ano anterior, alcançando o valor recorde de US$ 803 milhões.
  • A forte adoção da Nuvem Criativa (Creative Cloud) e da Nuvem de Documentos (Document Cloud) impulsionou a Receita Recorrente Anualizada (“ARR”) de Mídia Digital, que chegou a US$ 3,70 bilhões no fim do trimestre, um aumento de US$ 285 milhões com relação ao trimestre anterior.
  • A Adobe Marketing Cloud registrou uma receita recorde de US$ 404 milhões.
  • Com relação ao ano anterior, o lucro operacional cresceu 50% e o lucro líquido cresceu 55% em uma base GAAP; o lucro operacional teve um crescimento de 36% e o lucro líquido teve um crescimento de 37% em uma base não-GAAP.
  • O fluxo de caixa das operações registrou um recorde de US$ 518 milhões e a receita diferida chegou ao valor recorde de US$ 1,80 bilhão.
  • A companhia recomprou aproximadamente 3,5 milhões de ações durante o trimestre, retornando US$ 344 milhões em dinheiro para os acionistas.

 

Documentos sobre os lucros, incluindo as observações preparadas pela gestão da Adobe para a teleconferência com slides, metas financeiras e uma folha de dados do investidor, foram postados no site de relações com os investidores da Adobe antes da teleconferência para serem usados como referências. A reconciliação entre os resultados dos lucros e das metas financeiras GAAP e não-GAAP foi disponibilizada no site de relações com os investidores: www.adobe.com/ADBE.

 

No terceiro trimestre de 2016, a Adobe subiu do 74º lugar para o 36º na lista de empresas mais inovadoras da Forbes e foi nomeada pela primeira vez no Dow Jones Sustainability Index (DJSI) World – o padrão ouro de responsabilidade corporativa em relatórios para a comunidade de investidores. Além disso, a companhia se mantém reconhecida entre os melhores lugares para se trabalhar em pesquisas da revista Fortune/Great Place To Work.

 

Citações dos Executivos

 

“Impulsionamos um forte desempenho de receitas e ganhos no 3º trimestre, nos distanciando ainda mais de nossos competidores”, disse Shantanu Narayen, presidente e CEO da Adobe. “Nossa liderança em plataformas de conteúdo e de dados com base em nuvem nos torna um parceiro fundamental das grandes marcas mundiais, conforme estas transformam a forma como se engajam com seus clientes”.

 

“O ano contábil de 2016 está se mostrando outro excelente ano e os resultados recordes da Adobe no 3º trimestre, refletem tanto nossa liderança de mercado como nossa forte execução,” disse Mark Garrett Vice-Presidente Executivo e CFO. “Prevemos novos recordes para o quarto trimestre e a potencialização do nosso modelo operacional se reflete no aumento das nossas metas de ganhos para o ano”.

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.