IBM, DA FICÇÃO PARA A REALIDADE COM O SISTEMA WATSON

0

A IBM aproveitou a noite do Oscar, no último domingo, 28, para propagar IBM Watson, um sistema cognitivo que está dando início à nova era de negócios no relacionamento homem-máquina. Escalou para protagonizar um dos filmes que mostra robôs que não conseguem suportar os humanos e, por isso, tornaram-se ultrapassados, a atriz Carrie Fischer, de Star Wars. Numa espécie de terapia coletiva, os antigos robôs são apresentados a Watson, que lida com humanos como também mostra outro filme no qual se relaciona e muito bem com o premiado diretor Ridley Scott (Blade Runner, Gladiador e que este ano concorreu com Marte (Perdido em Marte na tradução para o Brasil). A intenção da IBM com uma série de filmes é mostrar o seu feito e seus passos no território da inteligência artificial desde que testou o Watson pela primeira vez.

O desafio da IBM, explica a empresa no seu material de apoio, tem sido o de desenvolver máquinas que possam ter perfeita interface com os usuários. “Um computador que possa compreender e responder à linguagem humana, que mude a forma como interagimos com as máquinas”. Watson, o sistema da IBM desenhado para responder às perguntas de um dos programa de televisão americano mais importantes chamado Jeopardy! e representou uma revelação no processamento da linguagem analítica. O Watson competiu contra dois dos campeões do Jeopardy! mais famosos e bem-sucedidos do mundo, Ken Jennings e Brad Rutter, em um concurso de duas instâncias que foi transmitido durante três noites consecutivas desde 14 de fevereiro de 2011 na TV americana.

Desde então, IBM vem aprimorando o sistema. O Watson usa sistemas POWER7 disponíveis no mercado, que atualmente as empresas implementam para executar sistemas otimizados de cargas de trabalho e desempenhar diferentes funções, desde análise complexa até processamento de transações. O compromisso da IBM é tornar cada vez mais harmoniosa essa relação homem-máquina. O cinema é uma das janelas por onde a empresa está demonstrando o seu poder, falando que é real aquilo que, por vezes, ainda parece ficção cinematográfica.

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP