OS LIMITES EM EXPANSÃO DA TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

0

Por Kong Yang*

Estamos na nova era dos negócios, uma era mais global, interconectada e flexível do que nunca, graças a tecnologias e tendências como nuvem, SaaS e BYOD, entre outras. E não preciso dizer que tudo isso é possibilitado pela TI. Mas que impacto isso tem no papel do profissional de TI?

Em resumo, como você bem sabe, o escopo do papel do profissional de TI evoluiu expandindo-se além dos limites dos dispositivos de propriedade da empresa e da tecnologia no local. Em essência, como hoje o trabalho é realizado em todos os lugares, a TI está em todos os lugares.

Na verdade, novas pesquisas da SolarWinds demonstram a responsabilidade cada vez maior que está sendo colocada no profissional de TI moderno. Em geral, os resultados mostram como hoje, mais do que nunca, os usuários finais estão conectando dispositivos a redes corporativas (incluindo dispositivos de propriedade pessoal), confiando em aplicativos na nuvem e trabalhando fora de escritórios tradicionais. Todas essas tendências tomam o controle e a governança dos departamentos de TI; no entanto, as pesquisas também demonstram que as exigências sobre os profissionais de TI para oferecer suporte e garantir o desempenho dessas tecnologias são altas. O resultado é responsabilidade sem autoridade.

Com o Dia do Profissional de TI deste ano quase chegando (19 de outubro), esses resultados de pesquisa são particularmente oportunos, pois enfatizam a necessidade de maior valorização de vocês, profissionais de TI do mundo todo, e a função essencial que desempenham não só nos negócios modernos, mas nas vidas de quase todos os usuários finais de tecnologia.

Com isso em mente, vamos nos aprofundar no estudo, que consiste em duas pesquisas: a primeira se concentra nas perspectivas dos usuários finais relacionadas à evolução do cenário tecnológico dos negócios e o papel dos profissionais de TI nisso, enquanto a segunda se concentra no ponto de vista correspondente dos profissionais de TI. Veja os resultados principais:

 

Cada vez mais usuários finais no Brasil estão se conectando a um conjunto variado de dispositivos eletrônicos, incluindo aparelhos pessoais, a redes corporativas.

 

  • 57% dos usuários finais dos EUA diz que conecta mais dispositivos, sejam pessoais ou da empresa, a redes corporativas hoje do que há dez anos, uma média de quatro a mais por usuário.
  • 57% dos usuários finais diz que conecta mais dispositivos pessoais a redes corporativas hoje do que há dez anos, uma média de três a mais por usuário.
  • 80% dos usuários finais afirma que conecta um computador laptop/desktop a redes corporativas, 69% um smartphone e 29% um tablet.
  • 37% dos usuários finais conecta dispositivos eletrônicos menos comuns a redes corporativas, como altos-falantes Bluetooth, media players de streaming, tecnologias vestíveis e eReaders.

 

Cada vez mais, a tecnologia da qual os usuários finais dependem está fora da infraestrutura local de seus funcionários e inclui aplicativos baseados em nuvem e recursos de trabalho utilizados fora do escritório.

 

  • 60% dos profissionais de TI do mundo inteiro afirma que suas organizações permitem/facilitam o uso de aplicativos baseados em nuvem; 71% também estima que usuários finais utilizam, pelo menos ocasionalmente, aplicativos em nuvem não autorizados pela TI.
  • 82% dos usuários finais admite o uso desses aplicativos (tanto os autorizados quanto os não autorizados pela TI) no trabalho.
  • 77% dos usuários finais diz que costuma utilizar aplicativos relacionados ao trabalho fora do escritório, seja em dispositivos da empresa ou em aparelhos próprios.

 

Apesar do aumento do uso de tecnologias externas, os usuários finais ainda responsabilizam os profissionais de TI pelo desempenho delas.

 

  • 62% dos profissionais de TI afirma que a expectativa de dar suporte aos dispositivos pessoais dos usuários conectado a redes corporativas é muito maior do que há dez anos, enquanto 76% dos usuários finais espera que os profissionais de TI de seus empregadores garantam o desempenho desse tipo de dispositivo.
  • 43% dos profissionais de TI diz que os usuários esperam, ao mesmo tempo, a resolução de problemas entre a tecnologia e os dispositivos pessoais e da empresa.
  • 87% dos usuários finais espera que os profissionais de TI de seus empregadores garantam o desempenho de aplicativos baseados em nuvem usados no trabalho, e 56% alega que, quando esses aplicativos não funcionam conforme o esperado, a culpa é dos profissionais de TI.
  • 64% dos profissionais de TI diz que os usuários esperam, ao mesmo tempo, a resolução de problemas com aplicativos baseados em nuvem e aplicativos locais (aqueles gerenciados diretamente pela TI).
  • 72% dos usuários finais espera que os aplicativos de trabalho usados fora do escritório funcionem no mesmo nível e recebam o mesmo tipo de suporte dos profissionais de TI de seus empregadores, enquanto 83% dos profissionais de TI diz que fornece tal suporte pelo menos ocasionalmente.

 

Para encerrar, as empresas estão mais do que nunca rompendo as barreiras da TI tradicional além dos limites das organizações. A TI está em todos os lugares e, como resultado, a expectativa é que vocês garantam disponibilidade contínua e otimizem o desempenho de todos os dispositivos e aplicativos, muitos dos quais vocês não controlam. Todos os setores já sentiram o impacto de uma dependência maior na tecnologia, mas nenhum deles como o próprio setor de TI.

 

Portanto, em nome da SolarWinds, obrigado.

 

E caso você seja um líder de negócios ou outro usuário final de tecnologia, não se esqueça de demonstrar pessoalmente a sua gratidão aos profissionais de TI de sua confiança.

 

*Kong Yang é gerente técnico da SolarWinds 

 

Compartilhar.

Sobre o autor

Comentários desativados.

000-017   000-080   000-089   000-104   000-105   000-106   070-461   100-101   100-105  , 100-105  , 101   101-400   102-400   1V0-601   1Y0-201   1Z0-051   1Z0-060   1Z0-061   1Z0-144   1z0-434   1Z0-803   1Z0-804   1z0-808   200-101   200-120   200-125  , 200-125  , 200-310   200-355   210-060   210-065   210-260   220-801   220-802   220-901   220-902   2V0-620   2V0-621   2V0-621D   300-070   300-075   300-101   300-115   300-135   3002   300-206   300-208   300-209   300-320   350-001   350-018   350-029   350-030   350-050   350-060   350-080   352-001   400-051   400-101   400-201   500-260   640-692   640-911   640-916   642-732   642-999   700-501   70-177   70-178   70-243   70-246   70-270   70-346   70-347   70-410   70-411   70-412   70-413   70-417   70-461   70-462   70-463   70-480   70-483   70-486   70-487   70-488   70-532   70-533   70-534   70-980   74-678   810-403   9A0-385   9L0-012   9L0-066   ADM-201   AWS-SYSOPS   C_TFIN52_66   c2010-652   c2010-657   CAP   CAS-002   CCA-500   CISM   CISSP   CRISC   EX200   EX300   HP0-S42   ICBB   ICGB   ITILFND   JK0-022   JN0-102   JN0-360   LX0-103   LX0-104   M70-101   MB2-704   MB2-707   MB5-705   MB6-703   N10-006   NS0-157   NSE4   OG0-091   OG0-093   PEGACPBA71V1   PMP   PR000041   SSCP   SY0-401   VCP550   HP0-S42   70-483   101   000-080   1z0-434   CCA-500   CAP   1Z0-804   220-802   70-483   SY0-401   70-980   300-101   c2010-652   ICGB   1Z0-144   101   70-533   000-017   1Z0-060   640-916   9L0-012   MB2-704   9L0-066   2V0-621D   1Z0-144   1Y0-201   74-678   EX200   70-483   700-501   210-260   200-310   100-105  , JK0-022   350-080   300-070   CISSP   810-403   CAS-002   300-206   200-101   OG0-093   000-104   MB6-703   CISSP   1Z0-144   070-461   1Z0-060   SSCP