Dá-lhe Clodoaldo

0

Texto: Comitê Olímpico Brasileiro (COB)
Foto: Alex Ferro/COB


Os brasileiros Clodoaldo Silva (foto) e André Brasil Esteves foram os destaques do primeiro dia da natação dos Jogos Parapan-americanos Rio 2007, disputada no Parque Aquático Maria Lenk. Eles conquistaram medalhas de ouro e ainda quebraram recordes mundiais de suas categorias.

André levou a medalha de ouro nos 100m borboleta da categoria S10, nadando a distância em 57s55 e batendo o seu próprio recorde mundial, conquistado no Mundial de Durban (Afríca do Sul), com o tempo de 58 segundos cravados, em 2 de dezembro de 2006. Mais tarde, ele ajudou a equipe brasileira do revezamento 4x100m livre (até 34 pontos), que contou ainda com Adriano Lima, Fabiano Machado e Mauro Brasil, a subir no alto do pódio.

“Estou muito feliz e contente. Nadar em casa e bater o recorde mundial no primeiro dia de competição do Parapan não poderia ser melhor”, disse o atleta, que disputará nove provas nos Jogos Parapan-americanos Rio 2007.

“Vou nadar todos os dias. O pior de todos será na quinta-feira, quando enfrentarei o Benoît (Huot, canadense, que ficou com a medalha de prata nos 100m borboleta), que tem marcas melhores que as minhas nos 200m medley e nos 100m peito. Além disso, quinta-feira já é meio de competição… Fica complicado”, reconheceu.

O Brasil subiu no alto do pódio em sete das 20 finais disputadas nesta segunda-feira. Outros destaque da natação brasileira deste primeiro dia de finais foram: Gledson Soares, Fabiana Sugimori, Clodoaldo Silva, Daniel Dias e Edênia Garcia.

Clodoaldo Silva, por sua vez, venceu os 50m livre categoria S4 com a marca de 34s69, prova em que detinha o melhor tempo do mundo, com 35s20, também registrado em Durban.

“Ouvir o pessoal gritando o meu nome emociona. É como se fosse um combustível a mais”, disse Clodoaldo, que ainda tem oito provas pela frente no Parapan. “Estou me sentindo muito bem. Tomara que dê tudo certo”.

Daniel Dias ficou com o ouro nos 50m livre categoria S5, com 34s24, novo recorde parapan-americano. Gledson Soares ganhou o ouro nos 100m livre e a medalha de prata nos 100m costas, ambas na categoria S8. Com isso, ele aumentou a sua coleção particular de medalhas em Jogos Parapan-americanos para 17, com 14 douradas e três prateadas.

 

Share.

About Author

Comments are closed.