Embratur quer seduzir italianos

0

O Ministério do Turismo brasileiro, em parceria com a Embaixada do Brasil em Roma, está lançando esta semana, a primeira ação publicitária da Embratur (Instituto Brasileiro de Turismo) voltada ao consumidor final italiano. A presidente da Embratur, Jeanine Pires, e o embaixador do Brasil em Roma, Adhemar Bahadian, participaram do evento na terça-feira, dia 3 de abril de 2007, que aconteceu às 11 horas, na sede da Embaixada.

A campanha ‘Brasil Vire Fã’ tem por objetivo aumentar o número de italianos que desembarcam no País a cada ano. O público-alvo da campanha é composto por italianos de classe média/alta com idade entre 25 e 54 anos. Em geral, é esse o perfil do turista interessado em viagens de longa distância, disposto a empregar recursos para conhecer diferentes manifestações de cultura e belezas naturais. Para atingir esse público, foram investidos na etapa italiana da campanha 720 mil euros. Ação semelhante está em curso na França e no Reino Unido.


As peças criadas para a campanha ‘Brasil, Vire Fã’ trazem imagens de belas paisagens brasileiras e turistas estrangeiros que já estiveram no Brasil. O conceito segue as diretrizes do Plano Aquarela – Marketing Turístico Internacional do Brasil. De acordo com o estudo, 99% dos estrangeiros que visitam o Brasil. recomendariam o destino a amigos. Esse número reforça a idéia de que quem conhece o Brasil tende a se fidelizar, a “virar fã”, portanto.

Na Itália, as peças da campanha da Embratur poderão ser vistas em jornais e revistas de grande circulação, além de veículos do trade turístico (Internet e revistas) e mídia exterior (painéis em ônibus de Milão e Roma e trens jumbo de Milão). A escolha da mídia levou em consideração critérios como tiragem, custo e público-alvo.

Na avaliação da presidente da Embratur, Jeanine Pires, a campanha publicitária reforça o trabalho de promoção comercial que a Embratur vem fazendo desde 2003 junto aos profissionais do trade. “A ação vai certamente contribuir para estimular as vendas de pacotes para o Brasil durante o verão europeu. Ela reforça ainda a importância do mercado italiano para a estratégia do turismo brasileiro”.

Italianos no Brasil – A Itália ocupa a sexta colocação entre os países que mais turistas enviam ao Brasil a cada ano, de acordo as informações mais alcançado em 2004, quando viajaram ao Brasil cerca de 275 mil turistas daquele país.

De acordo com o Estudo da Demanda Turística Internacional 2005, produzido pela EMBRATUR, 97% dos italianos que chegaram ao Brasil manifestaram a pretensão de voltar ao país. A mesma pesquisa indica que 41% foram ao Brasil a lazer e se hospedaram em hotéis, flats ou pousadas (55,1%).

Os italianos entrevistados para a mesma pesquisa permaneceram, em média 17,38 dias no Brasil, sendo que 48,3% desembarcaram em viagem auto-organizada, sem o auxílio de uma agência de viagens. As cidades brasileiras mais visitadas pelos italianos a lazer são, pela ordem: Rio de Janeiro (35,8%); Salvador (23,4%); Fortaleza (20,1%); Natal (19,3%) e São Paulo (11%).

O número expressivo de italianos que desembarcam no País deve-se, em grande parte, aos esforços empreendidos pelo governo brasileiro na promoção de destinos turísticos no exterior. Nesse esforço de promoção, destaca-se o papel da EMBRATUR, por meio de seu Escritório Brasileiro de Turismo (EBT) em Roma. Essa unidade avançada de promoção vem atuando para oferecer alternativas que contribuam para consolidar a imagem do Brasil como importante destino turístico.

Share.

About Author

Comments are closed.